Warm Up #66 - Ditadura Cleptocrata

Ivan Sant'Anna Publicado em 18/09/2018
5 min
Porém, se a pátria amada...

Caro leitor,

Se nos despirmos das paixões políticas, e pararmos um pouco para refletir sobre o quadro partidário, veremos que nos últimos tempos uma cleptocracia vem se estabelecendo à socapa no Brasil. Pior, trata-se de uma ditadura cleptocrata disfarçada em “pleno estado democrático de direito”.

Só se for muito trouxa para acreditar!

Senadores e deputados alteraram a legislação eleitoral de tal forma que tanto o financiamento - agora público - das campanhas como o tempo destinado aos partidos no horário eleitoral no rádio e na TV favorecem a reeleição dos atuais parlamentares.

“Ah, mas alguns já estão condenados e cumprindo pena”, poderia argumentar alguém.

“Eles põem os filhos para concorrer”, me apresso em responder. Isso acontece aqui no Rio de Janeiro, por exemplo, onde os rebentos de Sérgio Cabral, Eduardo Cunha e Roberto Jefferson vão substituir os pais, impedidos pela Justiça de participar das eleições.

Ou seja, a chance de surgirem novas lideranças é pequena. Mas será que o eleitor esclarecido irá se conformar sempre com isso, com essa volta aos tempos das capitanias hereditárias?
 


Você já ouviu falar no método 134-D? Ele abre as portas para um ganho recorrente de 134 reais por dia na sua conta. A eficácia é comprovada. Para liberar esse benefício, acesse aqui


Minha impressão é de que nos próximos seis meses muitas coisas inéditas, e até mesmo inimagináveis, irão ocorrer no Brasil.     

Dá para se ganhar dinheiro com isso? Com certeza. Desde que se esteja do lado certo no mercado.

Hoje é um dia especial para a Inversa. Estamos lançando O Jogo da Década,projeto de um dos gestores mais bem-sucedidos do Brasil, Pedro Cerize. Ele foi especialmente elaborado para investidores que querem atravessar os meses turbulentos que estão para acontecer, sem perder dinheiro. Não só sem perder, mas ganhando. Isso mesmo, ganhando.

Tal como escrevi em minha crônica The Old Blue Eyes, publicada na newsletter Os Mercadores da Noite desta segunda-feira, há momentos em que se precisa de um mentor.

Não estou falando de pouca coisa. Repetindo o que disse a Olivia na coluna Sunday Notes do último domingo, o Pedro e a Inversa podem ajudar o caro amigo leitor a capturar lucros significativos nos próximos dias.

Se Fernando Haddad for eleito presidente em 28 de outubro, o governante de fato será Luiz Inácio Lula da Silva.     

Como afirmou Gleisi Hoffmann, presidente do PT, ontem: “Lula terá o papel que quiser no governo”. 

Mas a camada esclarecida do país vai aceitar isso numa boa? Ganhou, levou, pode fazer o que quiser. Até mesmo tirar preso da cadeia e pôr no governo.

Claro que não. Se Fernando Haddad for eleito, aquele milhão de pessoas que saiu às ruas para tirar Dilma se transformará em cinco, dez milhões.

Conteúdo exclusivo para assinantes Warm Up PRO
Clique para liberar a leitura.

Gostou dessa newsletter? Então me escreva contando a sua opinião no warmup@inversapub.com.
        

Um abraço,

Ivan Sant'Anna

      
P.S.: Reforço a importância de você acessar agora o novo projeto do megagestor Pedro Cerize para transformar definitivamente seu patamar financeiro no momento mais decisivo da história do País. Mas atenção: seja rápido. São apenas 120 vagas disponíveis e esta é uma oportunidade única, que dificilmente se repetirá pelas próximas décadas. Veja mais detalhes aqui.

    

A Inversa é uma Casa de Análise regularmente constituída e credenciada perante CVM e APIMEC.

Todos os nossos profissionais cumprem as regras, diretrizes e procedimentos internos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Instrução 598, e pelas Políticas Internas estabelecidas pelos Departamentos Jurídico e de Compliance da Inversa.

A responsabilidade pelas publicações que contenham análises de valores mobiliários é atribuída a Felipe Paletta, profissional certificado e credenciado perante a APIMEC.

Nossas funções são desempenhadas com absoluta independência, não sendo dotadas de quaisquer conflitos de interesse, e sempre comprometidas na busca por informações idôneas e fidedignas visando fomentar o debate e a educação financeira de nossos destinatários.

O conteúdo da Inversa não representa quaisquer ofertas de negociação de valores mobiliários e/ou outros instrumentos financeiros. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as suas próprias avaliações.

Todo o material está protegido pela Lei de Direitos Autorais e é de uso exclusivo de seu destinatário, sendo vedada a sua reprodução ou distribuição, seja no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa, sob pena de sanções nas esferas cível e criminal.  

Conteúdo protegido contra cópia