Sunday Notes #76 - Mensagem para Dra. Cristina

Olivia Alonso Publicado em 12/05/2019
6 min
Dica de investimento para o seu filho + Convocação Alpha 8

Sunday Notes

Olá, leitor.

Feliz Dia das Mães!

Desejo que o amor deste dia esteja presente em sua família em todos os outros dias do ano!

1) Ontem minha mãe foi ao show do Il Divo com as amigas. Eu não sabia o que era Il Divo, mas elas me explicaram, tão animadas, que quase topei ir junto. Depois fui procurar as músicas, de curiosa. Nada contra, mas acho que elas se animam mesmo é por estarem juntas. 

Poucas coisas me deixam mais feliz do que ver minha mãe entre suas amigas. Fico imaginando como ela era, antes de eu nascer. Feliz, alegre, inteligente, rodeada por essas mesmas amigas incríveis que hoje, quarenta anos depois, foram com ela no show. 

Desde que nasci, tive várias mães em uma só. É assim com todo mundo, eu sei. Mas a última versão, no caso da minha, é uma das melhores, sem dúvidas... 

É a versão “vovó Kishina”. Você provavelmente sabe como uma pessoa se transforma quando se torna avó. É um dos fenômenos mais lindos do mundo. 

Ainda não sei se vou ser mãe. Mas, avó, com certeza sim, se isso for possível de alguma forma (alguém tem alguma ideia?).

De todas as versões da Dra. Cristina, uma das mais marcantes foi a da cirurgiã dentista que voltou a trabalhar uma semana depois do parto. Que abria o consultório às 7 da manhã e fechava às 23h, 24h. Que me ensinou a aplicar Voltaren nela com 7 anos para aliviar a sua dor nas costas. 

Como aprendi com a Dra. Cristina na ativa... como me orgulho dela, até hoje, e como foi difícil aquela época. Ela mesma conta que um dia chegou em um Dia das Mães, na minha escola, e me ouviu dizendo aos amiguinhos: “Tão vendo, eu tenho mãe sim!” Ela era tão ausente que meus colegas falavam que eu não tinha mãe. Eu sinto dor no coração pelo remorso que ela disse que sentiu. Mãe, não se preocupe, você já era minha heroína. Como ainda é.

Foi minha mãe que despertou em mim uma obsessão pelos números e por fazer conta. No supermercado, desde muito pequena, ela dizia pra gente olhar o melhor custo benefício dos produtos da lista. E ela nos ensinou (ao meu irmão e a mim) a dividir o preço pelo volume em ml, ou pelo peso em gramas na hora de comparar (antes mesmo de termos aprendido multiplicação e divisão na escola). Até hoje faço contas nos cardápios de restaurantes tentando identificar se o combinado é melhor que o avulso. Mais por saudade do que pela diferença de R$ 2 ou R$ 3.

Então hoje deixo aqui registrado meu amor infinito à vovó Kishina, com meu pedido de desculpas por estar tão ausente nos últimos anos. Amo você.

2) E deixo aqui a minha sugestão de investimento para o futuro do seu filho.

Em uma campanha de Dia das Mães, a Vitreo baixou o valor mínimo para investir no fundo de fundos “SuperPrevidência” em nome de um menor de idade. Considero uma boa opção para fazer a “poupança” dos filhos, porque a carteira tem uma seleção de fundos de qualidade. Então, neste dia das mães, a recomendação é: tire da poupança o dinheiro que você guarda para seu filho. Coloque nestas ações. Coloque nestes investimentos que geram renda. Coloque no SuperPrevidência da Vitreo. Só não deixe na poupança.

3) “Todas as noites acontece uma guerra aqui. Todas as manhãs, os sobreviventes se arrastam e tentam se recuperar, pois na noite seguinte tem mais.” Quem disse isso foi o Michael, guia do Kruger Park, na África do Sul. Eu sempre me lembro dos animais sangrando quando chegávamos no parque, assim que o sol nascia.

Um dia nos deparamos com 11 leões, soltos. Três fêmeas adultas e 8 jovens e crianças, que nada tinham de inofensivos... Durante os minutos em que levamos para atravessar o grupo, me arrependi umas 100 vezes de estar ali, mas me senti grata e feliz mais de 500 vezes.

Sempre me lembro dos dias do Kruger... E não raro faço paralelos com a nossa vida.

Tenho um amigo, sócio de uma grande empresa de mídia, que diz que acorda todos os dias desempregado. “Durante o dia, trabalho para manter meu emprego.”

É assim também por aqui. Todos os dias produzimos novos conteúdos de investimentos. Todos os dias queremos que mais gente melhore sua vida financeira com a nossa ajuda. Todos os dias temos que vender assinaturas, pois só assim a gente consegue crescer para melhorar sempre.

É assim também com os day-traders... Todo dia é uma guerra na selva dos investidores que ficam operando sem parar.

Não só de touros e ursos, mas de leões, elefantes, águias... Cada um com sua estratégia, com suas habilidades, tentando se dar bem em um mesmo ambiente.

No Kruger tudo parece estar em equilíbrio. Há externalidades, como em tudo na vida, como os caçadores que invadem o parque para matar rinocerontes e vender seus chifres.

Mas e se, além de suas habilidades naturais, os leões tivessem um radar para cercar os gnus em seu momento de descanso?

Seria como ter um algoritmo para identificar os maiores potenciais de ganhos do mercado. Sabendo a hora de comprar e vender. Uma habilidade a mais. Testada.

Quando todos os animais tiverem o radar, ele vai adiantar pouco. Então os primeiros sempre estarão em vantagem.

E, nesta semana, vamos lançar um algoritmo de trading aqui na Inversa. Ele foi desenvolvido e testado por meses e registrou resultados absurdamente altos. A Helena Margarido, nossa especialista em novas tecnologias, vai montar um grupo com 25 beta-testers para colocarem o Alpha 8 para rodar, rastreando lucros estratosféricos em um mercado bem pouco explorado e com grandes potenciais de valorização.

Como tem risco, é para conseguir grandes porradas com uma parte pequena do dinheiro. Se você quiser saber mais do Alpha-8, é só clicar aqui.

Como os primeiros foram longos, hoje encerro por aqui, sem Top 4 e 5.

Uma ótima semana para você!

Um abraço,

Olivia

A Inversa é uma Casa de Análise regulada pela CVM e credenciada pela APIMEC. Produzimos e publicamos conteúdo direcionado à análise de valores mobiliários, finanças e economia.
 
Adotamos regras, diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Resolução nº 20/2021 e Políticas Internas implantadas para assegurar a qualidade do que entregamos.
 
Nossos analistas realizam suas atividades com independência, comprometidos com a busca por informações idôneas e fidedignas, e cada relatório reflete exclusivamente a opinião pessoal do signatário.
 
O conteúdo produzido pela Inversa não oferece garantia de resultado futuro ou isenção de risco.
 
O material que produzimos é protegido pela Lei de Direitos Autorais para uso exclusivo de seu destinatário. Vedada sua reprodução ou distribuição, no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa.
 
Analista de Valores Mobiliários responsável (Resolução CVM n.º 20/2021): Antonyo Giannini, CNPI EM-2476

Conteúdo protegido contra cópia