Sunday Notes #105 - Retrospectiva

Olivia Alonso Publicado em 29/12/2019
23 min
Na última edição do ano, trago alguns destaques do ano entre nossas melhores newsletters, vídeos, podcasts e minisséries, além de higlights do mercado. Um Feliz Ano Novo e ótimos investimentos para você em 2020.

Sunday Notes

Nesta última edição do ano, vamos de retrospectiva...

1) Publicamos 413 newsletters neste ano e vou começar destacando algumas das mais comentadas...

O mistério do Boeing 737 Max 8 (11/mar) 
Leitura obrigatória (2/nov)
Açúcar: chegou a hora! (5/dez)
Apenas uma ilusão (23/nov)
Chernobyl, 26 de abril de 1986 (10/jun) 
AI-5 – uma piada de mau gosto (28/nov) 
Não existe caridade nos fundos (4/out)

2) E, agora, relembro algumas de nossas produções em vídeo mais elogiadas...

Minissérie Além do Dinheiro: veja aqui os episódios.
Filme A História Proibida do Mercado Financeiro: assista aqui.
Programa Fique Rico ou Morra Tentando: reveja aqui.
Minissérie Do Fundo ao Topo: veja aqui os episódios.
Especial O Investidor de Renda: veja aqui a parte 1 e aqui a parte 2.

3) Alguns de nossos vídeos de mais audiência no Youtube...


4) Nossos especiais em Podcasts...

E agora, Petrobras?, com Marink Martins
Guerra Comercial: EUA x China, com Marink Martins
2020: O Ano da Turbulência, com Marink Martins
Newsletters do Ivan Sant'Anna em podcast 
(ouça todos aqui na nossa página de podcasts)


5) E alguns dos conteúdos mais acessados no Espaço do Assinante...

Stock Guide Inversa
Simplifique a maneira de investir em renda variável
A Melhor Corretora para o Seu Dinheiro
Warm Up PRO #113 - A montanha pariu um rato
Aula 1: É Hora de Começar

6) Para finalizar, alguns destaques do mercado no ano:

  • A queda da taxa de juros. Começamos o Ano com uma Selic de 6,5% ao ano e, agora, chegamos ao fim de 2019 com um juro de 4,5% ao ano. De pensar que saímos de 14,25% ao ano em 2016, são quase 10 pontos percentuais a menos de juros. O que significa mais impulso à economia, financiamentos imobiliários mais baratos, aumento do consumo... E, para o investidor, significa necessidade de ter investimentos em ações e outros ativos que não sejam indexados ao juro básico. Se você ainda não é um investidor de ações, significa que já está passando da hora de entrar na Bolsa. São 1,6 milhão de CPFs cadastrados na Bovespa, quase o dobro de um ano atrás, mas ainda muito pouco considerando o universo de brasileiros (aqui o Money Maker diz as 3 ações para começar agora).
     
  • Ibovespa a 117 mil pontos enquanto escrevo estas linhas... And counting. O Pedro Cerize e o Ivan Sant'Anna, em suas séries, fizeram um alerta para uma redução de posição de bolsa nesses últimos pregões do ano. O índice está um pouquinho acima do que deveria estar, diz o Pedro. E é comum fundos realizarem lucros nesse período, diz o Ivan. Se você recebeu um dinheiro neste fim de ano, pode esperar a correção e colocar em ações. Ainda estamos confiantes de que 2020 vai ser um ano bom pro mercado de ações. Agora, se você viu os recordes recentes da Bolsa e quer tentar imediatamente morder um pedaço no curto prazo (e vai precisar do dinheiro em janeiro, por exemplo), melhor se segurar mais um pouquinho, ficar em caixa agora e entrar daqui a algumas semanas.
     
  • Fundos imobiliários bombando (e dando muito retorno para quem pegou os ganhos das séries Fundos Expert e Income Builder); criptomoedas dando lucro para escolheu as boas (na Crypto Evolution, tivemos mais de 250% de ganhos no ano); Tesouro IPCA trazendo alegrias; small caps disparando (nem preciso comentar os +68% na nossa série Small Premium Caps)...

Obrigada a você, leitor, que esteve com a gente em 2019.

Reforço aqui meu compromisso de seguir firme, com independência, e reunindo grandes cabeças do mercado aqui na Inversa para que você seja um investidor bem orientado sempre.

Um feliz 2020 para você e seus investimentos!

Abraços,

Olivia Alonso

A Inversa é uma Casa de Análise regularmente constituída e credenciada perante CVM e APIMEC.

Todos os nossos profissionais cumprem as regras, diretrizes e procedimentos internos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Instrução 598, e pelas Políticas Internas estabelecidas pelos Departamentos Jurídico e de Compliance da Inversa.

A responsabilidade pelas publicações que contenham análises de valores mobiliários é atribuída a Felipe Paletta, profissional certificado e credenciado perante a APIMEC.

Nossas funções são desempenhadas com absoluta independência, não sendo dotadas de quaisquer conflitos de interesse, e sempre comprometidas na busca por informações idôneas e fidedignas visando fomentar o debate e a educação financeira de nossos destinatários.

O conteúdo da Inversa não representa quaisquer ofertas de negociação de valores mobiliários e/ou outros instrumentos financeiros. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as suas próprias avaliações.

Todo o material está protegido pela Lei de Direitos Autorais e é de uso exclusivo de seu destinatário, sendo vedada a sua reprodução ou distribuição, seja no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa, sob pena de sanções nas esferas cível e criminal.  

Conteúdo protegido contra cópia