Seja bem-vindo!

Faça o login com sua conta e aproveite seus conteúdos exclusivos.

Entrar agora

Ainda não é cadastrado?

Crie sua conta

Reforma tributária: qual será o seu caso?

Ivan Sant'Anna , Equipe Inversa e Antonyo Giannini Publicado em 29/06/2021
3 min
Entenda detalhes sobre a reforma tributária. Novo relatório gratuito, por Ivan Sant'Anna.

 

Desde que chegou ao Legislativo o projeto de Reforma Tributária, cada pessoa imediatamente pensou no seu caso específico.

Isso não é problema meu”, apressou-se em dizer, por exemplo, o coronel aposentado da Polícia Militar do Rio de Janeiro. “Não me atinge”, completou.

Já o cirurgião-dentista está preocupado. Há alguns anos, passou a receber como pessoa jurídica e agora será tributado nos lucros dos quais era isento.

A alíquota proposta foi de 20%, a partir de R$ 240.000,00 anuais. Mas logo no primeiro dia admitiu-se no Congresso que poderá cair para 15%. E por que não 10%? Mas isso só será conhecido com o andar da carruagem.

O que importa para o caro amigo leitor e leitora é ir acompanhando a tramitação nas cuias do Legislativo.

Talvez você, que hoje recebe como pessoa jurídica, deva passar seus ganhos para a física.

 

 

Outra hipótese é a de continuar na jurídica, mas jogar para a empresa o máximo possível de gastos pessoais. Carro, colégio dos filhos, apartamento... essas coisas.

Já assisti esse tipo de mudança várias vezes.

Como escritor, por exemplo, comecei recebendo direitos autorais na física. Mas tarde criei uma empresa, a I. A. S. Silva Obras Literárias. Acabou se revelando mal negócio e o I Silva voltou a ser Ivan Sant’Anna de carne e osso.

Voltaremos ao assunto quantas vezes forem necessárias, quando as coisas começarem a tomar forma.

 

Abraços,

Ivan Sant'Anna

Contribuiu para esta edição: Antonyo Giannini, CNPI

A Inversa é uma Casa de Análise regulada pela CVM e credenciada pela APIMEC. Produzimos e publicamos conteúdo direcionado à análise de valores mobiliários, finanças e economia.
 
Adotamos regras, diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Resolução nº 20/2021 e Políticas Internas implantadas para assegurar a qualidade do que entregamos.
 
Nossos analistas realizam suas atividades com independência, comprometidos com a busca por informações idôneas e fidedignas, e cada relatório reflete exclusivamente a opinião pessoal do signatário.
 
O conteúdo produzido pela Inversa não oferece garantia de resultado futuro ou isenção de risco.
 
O material que produzimos é protegido pela Lei de Direitos Autorais para uso exclusivo de seu destinatário. Vedada sua reprodução ou distribuição, no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa.
 
Analista de Valores Mobiliários responsável (Resolução CVM n.º 20/2021): Nícolas Merola - CNPI Nº: EM-2240

Conteúdo protegido contra cópia