Seja bem-vindo!

Faça o login com sua conta e aproveite seus conteúdos exclusivos.

Entrar agora

Ainda não é cadastrado?

Crie sua conta

Hermes Pardini: Com o crescimento do setor de saúde, ações de PARD3 podem subir +30%.

Equipe Inversa , Antonyo Giannini e João Abdouni Publicado em 23/07/2021
4 min
Com o crescimento do setor de saúde, acreditamos que as ações de PARD3 podem subir +30%. Um ótimo investimento, não? Entenda os detalhes neste relatório gratuito.

Hermes Pardini: Com o crescimento do setor de saúde, ações de PARD3 podem subir +30%.

Por Danilo Gomes, João Abdouni e Antonyo Giannini, CNPI.

 

Hermes Pardini deve seguir com resultados crescentes, uma vez que as pessoas tendem a retornar à normalidade e, com isso, exames rotineiros que foram interrompidos devido à crise sanitária da covid-19 devem ver seus números aumentarem.

O Brasil também observa um envelhecimento da população e, naturalmente, isso demandará maiores cuidados com a saúde.

Nesse sentido, a companhia deve crescer e melhorar as margens operacionais, o que abre espaço para uma alta de 35% em suas ações. No estudo abaixo explicamos os detalhes.

 

Breve histórico

 

Com mais de 60 anos de história, a Hermes Pardini é uma das maiores empresas de Medicina Diagnóstica do país, além de ser considerada uma referência nacional por conta da qualidade dos serviços prestados, qualificação do corpo técnico e resultados obtidos no campo de pesquisa e desenvolvimento.

A companhia atua por meio de dois canais de coleta complementares:

 

1 - Unidades de atendimento a clientes finais, que oferecem coleta de amostras para exames de análises clínicas, exames de imagem e vacinas; e

2 - Apoio a outros laboratórios, clínicas e hospitais na realização de exames de análises clínicas especializados. A empresa ocupa a posição de liderança nacional, atendendo mais de 6 mil laboratórios localizados em mais de 1900 municípios.

 

O que gerou a oportunidade?

 

O segmento de saúde está passando por um processo de consolidação e o mercado tem receio de que empresas como Notre Dame e Hapvida roubem uma fatia de mercado das empresas de medicina diagnóstica em geral, levando os beneficiários para dentro de suas estruturas verticalizadas.

Isso é um risco, porém, acreditamos que já esteja exageradamente refletido no valor de mercado atual da companhia.

A Hermes Pardini vem trabalhando bem na gestão de contratos com operadoras e planos de saúde, conseguiu bons reajustes de preços e extensão de credenciamento com planos de saúde em cidades como SP e RJ.

Isso mostra que os clientes valorizam o business de medicina diagnóstica com um laboratório diferenciado.

 

Comparação com par internacional

 

A Quest Diagnostics (DGX) é um par internacional da Hermes Pardini. A empresa norte-americana também atua no setor de medicina diagnóstica e tem as suas ações negociadas a 17 vezes o lucro projetado de 2022.

 

Geração de valor

 

As ações de PARD3 fecharam a R$20,21 no pregão de 22 de julho de 2021 (quinta-feira).

Como falamos no início, com a normalização do cenário de saúde e o final da pandemia, os resultados da Hermes Pardini devem seguir seu crescimento, tanto pela retomada da rotina de exames da população, interrompidos devido pela covid-19, quanto pelo envelhecimento da população, que naturalmente também deve demandar maiores cuidados com a saúde.

Com a perspectiva de crescimento dos resultados, acreditamos que suas ações devem acompanhar os pares nacionais e internacionais. Atualmente, Pardini cresce 12% ao ano e está sendo negociada na bolsa por um valor equivalente a 13 vezes o lucro projetado para 2022, ou seja, com desconto para seu par Fleury, que hoje é avaliada em 25 vezes o lucro anual.

A projeção do lucro de Pardini é R$ 200 milhões para o próximo ano. Ao assumir que ela deve ser avaliada por 17 vezes o lucro (igual seu par internacional) e com desconto para a brasileira Fleury, o valor de mercado da companhia pode chegar a R$ 3,4 bilhões, ou R$ 27,50 por ação, o que implica em uma alta de 35%.

 

Para o acionista

 

O investidor que optar por se tornar acionista de PARD3 terá em sua carteira uma empresa que gera caixa, cresce consistentemente e está inserida em um setor que tende a crescer cada vez mais, à medida que a população envelhece no Brasil.

 

A Inversa é uma Casa de Análise regulada pela CVM e credenciada pela APIMEC. Produzimos e publicamos conteúdo direcionado à análise de valores mobiliários, finanças e economia.
 
Adotamos regras, diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Resolução nº 20/2021 e Políticas Internas implantadas para assegurar a qualidade do que entregamos.
 
Nossos analistas realizam suas atividades com independência, comprometidos com a busca por informações idôneas e fidedignas, e cada relatório reflete exclusivamente a opinião pessoal do signatário.
 
O conteúdo produzido pela Inversa não oferece garantia de resultado futuro ou isenção de risco.
 
O material que produzimos é protegido pela Lei de Direitos Autorais para uso exclusivo de seu destinatário. Vedada sua reprodução ou distribuição, no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa.
 
Analista de Valores Mobiliários responsável (Resolução CVM n.º 20/2021): Nícolas Merola - CNPI Nº: EM-2240

Conteúdo protegido contra cópia