Seja bem-vindo!

Faça o login com sua conta e aproveite seus conteúdos exclusivos.

Entrar agora

Ainda não é cadastrado?

Crie sua conta

Entre aspas

Ivan Sant'Anna Publicado em 09/08/2021
2 min
Eis que um analista do banco enviou, por engano, uma mensagem para um grupo de colegas.

Nota do editor: Tomo a liberdade de indicar a você, que gosta dos relatórios do Ivan Sant'Anna, a nova plataforma de streaming da Inversa, a invLá, você encontra séries inéditas roteirizadas pelo próprio Ivan, que volta aos tempos em que era roteirista de programas como "Carga Pesada" e "Linha Direta". 
Na série original inv "Os Maiores investidores da História", Ivan te leva de 1772 até meados dos anos 1970 e apresenta personalidades do mundo todo que fizeram fortunas inacreditáveis no mercado de capitais. Algumas talvez você já conheça, como o famoso ator, roteirista, diretor e... investidor, Charlie Chaplin.
Clique aqui e conheça agora mesmo os maiores investidores da história.

Entre Aspas

Por Ivan Sant'Anna

 

Em junho de 1962, então com 22 anos de idade, eu estava em Viña del Mar, no Chile, assistindo a Copa do Mundo daquele ano, na qual o Brasil foi bicampeão.

Pois bem, certa noite fui a um show, patrocinado pela FIFA, na cidade próxima de Valparaiso. E que show!

Na “preliminar”, Elza Soares (foi naquela noite que ela conheceu o Garrincha). Encerrando o espetáculo, ninguém menos do que Louis Armstrong, que iniciou sua apresentação com uma versão em trompete de The St. Louis Blues que reverbera em meus ouvidos até hoje de tão linda que foi.

Como se não bastasse, azarei uma stripper uruguaia, em cujo apartamento passei a noite. Com tudo que ela me deu direito, bem entendido, sem que eu pagasse absolutamente nada.

No dia seguinte, escrevi duas cartas. Uma para meu irmão, outra para minha noiva.

A ela, falei apenas sobre a viagem e os jogos da Copa. A ele, acrescentei a noite em Valparaiso, com a história da stripper. 

Infelizmente, troquei os envelopes.

A noiva recebeu o relato de meu affair.

Quando regressei a Belo Horizonte, fui perdoado pela “traição”. Só que, por razões que não cabem neste relato, a gente acabou não se casando.


Se naquela época a gente se comunicava por cartas, hoje em dia, com WhatsApp, e-mails e outras formas de comunicação eletrônica e instantânea, é muito mais fácil de se enganar na hora de clicar no destinatário.

Há tempos, o BTG Pactual vinha assessorando uma negociação entre as Americanas e a Marisa, visando uma compra da segunda pela primeira.

Eis que um analista do banco enviou, por engano, uma mensagem para um grupo de colegas, entre os quais constavam funcionários de outros bancos e corretoras.

Resultado: as ações da Marisa dispararam na B3, chegando em certo momento do pregão a apresentar alta de 12%.

Vários jornais noticiaram o fato usando aspas em certas palavras, como se pusessem em cheque o engano do analista que expediu a “circular”.

Eu mesmo, confesso, não tenho certeza de que a troca dos destinatários de minhas “aventuras” de Valparaiso não foi obra do meu subconsciente. Tanto pode ser assim que o noivado acabou não se transformando em casamento.

Veremos agora se o casório das duas varejistas vai mesmo acontecer, apesar da “inconfidência”. Entre aspas, é claro.
 

A Inversa é uma Casa de Análise regulada pela CVM e credenciada pela APIMEC. Produzimos e publicamos conteúdo direcionado à análise de valores mobiliários, finanças e economia.
 
Adotamos regras, diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Resolução nº 20/2021 e Políticas Internas implantadas para assegurar a qualidade do que entregamos.
 
Nossos analistas realizam suas atividades com independência, comprometidos com a busca por informações idôneas e fidedignas, e cada relatório reflete exclusivamente a opinião pessoal do signatário.
 
O conteúdo produzido pela Inversa não oferece garantia de resultado futuro ou isenção de risco.
 
O material que produzimos é protegido pela Lei de Direitos Autorais para uso exclusivo de seu destinatário. Vedada sua reprodução ou distribuição, no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa.
 
Analista de Valores Mobiliários responsável (Resolução CVM n.º 20/2021): Nícolas Merola - CNPI Nº: EM-2240

Conteúdo protegido contra cópia