Seja bem-vindo!

Faça o login com sua conta e aproveite seus conteúdos exclusivos.

Entrar agora

Ainda não é cadastrado?

Crie sua conta

Ambev, a maior cervejaria do mundo!

Nícolas Merola e João Abdouni Publicado em 31/08/2021
4 min
Conheça melhor a maior cervejaria do mundo mundo e veja como ela pode ser um papel interessante para você, dependendo do perfil de seus investimentos.

Ambev a maior cervejaria do mundo!

Por João Abdouni e Nícolas Merola

 

Ambev é a maior cervejaria do mundo e, no último resultado, apresentou um crescimento de suas receitas de 37% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. Isso, ainda com uma um endividamento mais do que confortável, de 11,5 bilhões de reais maior que o somatório de suas dívidas.

E o melhor, está negociando a múltiplos 30% abaixo que seus pares internacionais (Coca Cola e Heineken).

Saiba mais sobre a companhia e os principais pontos que deve se atentar:

 

A empresa

 

Você provavelmente conhece a Ambev, a maior produtora de bebidas do mundo e líder de mercado nacional com 55% de toda a participação de mercado.

A companhia foi criada a partir da fusão, que ocorreu em 1993, entre Companhia Antarctica e da Companhia de Bebidas das Américas.

De lá para cá vem constantemente expandindo orgânica e, principalmente, inorganicamente e se tornou a maior cervejaria do mundo, com cerca de 200 rótulos da bebida em seu portfólio.

Dentre elas, as mais famosas são as cervejas Brahma, Budweiser, Skol e Antártica e os

refrigerantes Guaraná, Sukita e Soda. Além disso possui outros produtos como sucos, isotônicos, energéticos, água e chás.

 

Bom resultado

 

O último resultado publicado, referente ao segundo trimestre de 2021, foi bom.

A receita de R$15,7 bilhões, que cresceu 37% vs. 2T20, foi puxada pelo aumento do volume de cervejas vendidas e contribuiu para que a companhia atingisse um lucro líquido 130% maior vs. o 2T20 e 16% maior vs 1T21, de 2,9 bilhões de reais.

Além disso, a empresa conta com uma grande posição de caixa que soma 14,5 bilhões de reais, o que dá bastante tranquilidade para a empresa superar momentos de crise como a que temos vivido nos últimos meses.

Valor justo

As principais comparáveis com Ambev são duas empresas internacionais também muito conhecidas, a norte americana Coca-Cola e a holandesa Heineken.

Com relação aos múltiplos, as duas concorrentes negociam próximo a 25 vezes o lucro projetado para 2022.

Como falamos anteriormente, o lucro da Ambev neste trimestre foi muito bom e, no acumulado dos últimos doze meses soma-se 14,6 bilhões de reais.

Atualmente, a multinacional brasileira negocia a múltiplos abaixo de seus pares, com uma relação de 18 vezes lucro.

Como a gigante tem conseguido melhorar seu mix de produtos, aumentar seu volume vendido, suas receitas voltaram a crescer, podendo negociar a 22 vezes lucro, ainda abaixo de seus pares mas em linha com sua média histórica.

Nesse cenário, a Ambev teria um valor justo de 321 bilhões de Reais ou um valor por ação de R$20,40, o que representaria uma valorização de 19%.

 

Para o acionista

 

O investidor que optar por alocar recursos em Ambev terá em seu portifólio as ações de uma empresa que conta com uma das melhores situações de liquidez da bolsa brasileira, um caixa, livre das dívidas, de 11,5 bilhões de reais, que desde 2013 entregou a seus acionistas lucro em todos os resultados trimestrais. Em nossa visão, o pagamento de dividendos esperado para o próximo ano será de 3,2%.

 

A Inversa é uma Casa de Análise regulada pela CVM e credenciada pela APIMEC. Produzimos e publicamos conteúdo direcionado à análise de valores mobiliários, finanças e economia.
 
Adotamos regras, diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Resolução nº 20/2021 e Políticas Internas implantadas para assegurar a qualidade do que entregamos.
 
Nossos analistas realizam suas atividades com independência, comprometidos com a busca por informações idôneas e fidedignas, e cada relatório reflete exclusivamente a opinião pessoal do signatário.
 
O conteúdo produzido pela Inversa não oferece garantia de resultado futuro ou isenção de risco.
 
O material que produzimos é protegido pela Lei de Direitos Autorais para uso exclusivo de seu destinatário. Vedada sua reprodução ou distribuição, no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa.
 
Analista de Valores Mobiliários responsável (Resolução CVM n.º 20/2021): Nícolas Merola - CNPI Nº: EM-2240

Conteúdo protegido contra cópia