Pai Rico Pai Pobre Daily #25 - Por que 97% ficarão pobres após 2020

Robert Kiyosaki Publicado em 30/12/2020
8 min
É fácil olhar em retrospectiva para 2020 e constatar que, para muitas pessoas, a vida é uma batalha, dada a falta de educação financeira.
  • A menos que você aja agora, seu 2021 pode não ser diferente de seu 2020.
  • Os quatro melhores ativos para investir no próximo ano
  • O conhecimento é o novo dinheiro

Caro(a) leitor(a),

Agora no fim de 2020, é fácil olhar em retrospectiva para o ano e constatar que, para muitas pessoas, a vida é uma batalha, dada a falta de educação financeira.

Boa parte da atual crise financeira foi causada por essa lacuna em nossa formação.

Embora muitas pessoas não o percebam, eu sou um defensor da educação. Acredito que a educação é mais importante hoje do que nunca. Sem a educação financeira como parte fundamental do currículo, as escolas cumprem um grande desserviço para nossas crianças, país e mundo, falhando em preparar nossas gerações futuras.

Na minha opinião, a menos que você aja agora, seu 2021 pode não ser diferente de seu 2020.

Aqui estão minhas lições mais importantes para você se preparar para o próximo ano.
 

Saiba o que é risco

Quando as pessoas me dizem que investir é arriscado, eu simplesmente respondo: “investir não é um risco. Não estar preparado é que é um risco.”

Investir parece muito com voar. Se você frequenta uma escola de aviação e ganha alguns anos de experiência, então voar é divertido e excitante. Mas, se você nunca foi a uma escola de aviação, é melhor deixar que outra pessoa, mais preparada, voe.

Meu pai rico acreditava piamente que, em relação às finanças, qualquer conselho é melhor do que nenhum. 

Ele era uma pessoa com a mente aberta. Era amável e ouvia as pessoas, mas, no fim, se fiava em sua própria inteligência financeira para tomar decisões.

“Se você não sabe nada, qualquer conselho é melhor do que nenhum. Mas, se você não pode ver a diferença entre o bom e o mau conselho, então aí, sim, você está correndo risco.”

Meu pai rico também acreditava que muitas pessoas vivem dificuldades financeiras porque seguem as recomendações recebidas de pais para filhos, e a maioria das pessoas não vem de famílias sólidas financeiramente.  

Ele frequentemente dizia: “Maus conselhos financeiros são arriscados, e a maioria dos maus conselhos é dada em casa – não com palavras, mas com ações.”
 

Conheça os quatro melhores ativos para investir

Quando eu tinha nove anos, meu pai me introduziu na educação financeira com o jogo Monopólio, querendo que eu tivesse uma imagem global do mundo dos investimentos.

Para decidir que tipos de ativo são melhores para você e em quais tem mais interesse, sugiro que invista seu tempo estudando-os antes de investir seu dinheiro neles.    

O motivo por que eu digo isso é que não é o ativo em si que faz você ficar rico(a). Você pode perder dinheiro em qualquer tipo de ativo. Todavia, é seu conhecimento de cada um deles que torna você rico(a). Nunca se esqueça de que seu maior ativo é sua mente.

A seguir, traço um panorama dos tipos de ativos que meu pai rico queria que eu passasse minha vida estudando. 
 

Negócios

Entre todos os tipos de ativos para investir, o de negócios é o mais difícil. Seja investindo em sua própria empresa, seja investindo na de terceiros, você tem nele o ativo mais poderoso de todos e, ao mesmo tempo, o que requer a maior habilidade para começar, construir e gerenciar. Deve ser por isso que as pessoas mais ricas do mundo são empreendedoras. Pessoas como Bill Gates, da Microsoft, Richard Branson, da Virgin, e Jeff Bezos, da Amazon.

Pode ser uma longa estrada, mas, quando ganhamos, ganhamos muito.

Nesse caso, sobretudo se for um negócio próprio, a habilidade para vender é essencial. A razão por que muitos negócios entram em falência está em que aos empreendedores falta a habilidade de vendas. Em 1974, IBM e Xerox tinham o melhor treinamento de vendas. Eu fui contratado por esta última e enviado a Leesburg, na Virginia, para um curso intensivo em vendas. Quatro anos de treino me foram necessários para eu sair do último ao primeiro lugar em vendas.
 

Mercado imobiliário

Em 1973, fiz meu primeiro curso de vendas de imóveis. Hoje, Kim e eu temos dezenas de milhões de dólares em dívidas, as quais nos trazem milhões em renda, grande parte dela livre de impostos. No último ano, os bancos reduziram as taxas de juros, o que reduz nossos pagamentos de hipotecas e aumenta nossos lucros. Investir no mercado imobiliário é ótimo porque a dívida e os impostos tornam o investidor rico.

Os ativos do mercado imobiliário são de gestão intensiva, baixa liquidez e, se mal gerenciados, podem custar um monte de dinheiro. Além disso, requerem altíssimo nível de inteligência financeira.
 

Commodities

As commodities são um bom hedge ou proteção contra a inflação — o que é importante quando os governos estão imprimindo muito dinheiro, como é o caso hoje. A razão pela qual eles protegem contra a inflação é que são ativos tangíveis comprados com moeda.  

Então, quando a oferta de moeda aumenta, há mais dólares comprando a mesma quantidade de mercadorias. Isso faz com que o preço das commodities suba ou seja inflado. Bons exemplos disso são petróleo, ouro e prata, que valem muito mais do que há alguns anos graças à impressão de dinheiro pelo Fed.
 

Ativos mobiliários

Kim e eu raramente investimos em ativos mobiliários porque eles oferecem menor controle. Quando você olha para ações, títulos ou fundos mútuos, o investidor tem zero controle sobre receitas, despesas, ativos e passivos.

Mas os ativos mobiliários têm a vantagem de serem fáceis de investir. Além disso, eles são escaláveis em liquidez, o que significa que os investidores podem começar aos poucos, comprando apenas algumas ações e precisando de menos dinheiro para entrar.

Tire um momento e pergunte a si mesmo(a) em qual classe de ativos (ou classes) você está mais interessado(a). Não há resposta certa ou errada.
 

Aprenda mais sobre ouro e prata

Eu amo ouro e prata. Comecei a colecionar moedas de prata quando tinha nove anos.

Prefiro guardar ouro e prata a dinheiro. Como sou capaz de ‘imprimir’ meu próprio dinheiro — legalmente—, não preciso me preocupar em economizar dinheiro para um ‘dia chuvoso’.

Com os governos imprimindo tanto dinheiro, sinto-me mais seguro guardando ouro e prata. Kim e eu não contamos ouro e prata como ativos de fluxo de caixa, pois eles não colocam dinheiro em nossos bolsos. Em vez disso, temos ouro e prata como uma pessoa manteria dinheiro em uma conta-poupança. 

Ouro e prata são líquidos e, quando os políticos imprimem cada vez mais dinheiro, têm mais chances de manter seu poder aquisitivo.

Mas como qualquer outro ativo, os preços flutuam. No meu caso, quando os preços baixam, eu compro mais.
 

Entenda como minimizar seus impostos

Quando você diz a uma criança, "vá para a escola e procure um emprego", você está sentenciando-a a uma vida na terra dos impostos máximos. Também é verdade quando você diz a uma criança: "Torne-se médico ou advogado porque você vai ganhar muito dinheiro." 

Empregados e profissionais liberais pagam mais em impostos.

Mas aqueles que empreendem e investem pagam menos em impostos e, às vezes, pagam zero de impostos, mesmo ganhando milhões de dólares. 

Uma das razões para isso é porque essas pessoas produzem grande parte da riqueza de que uma nação precisa e, por isso, são recompensadas por criar empregos e construir casas ou escritórios para pessoas e empresas alugarem.

A renda de ativos como apartamentos é tributada a taxas passivas de imposto de renda, que são as menores.

Além da renda passiva simples, os investidores imobiliários têm outras formas de fluxo de caixa que podem compensar sua exposição fiscal: valorização, amortização e depreciação, que podem ser rendimentos livres de impostos.

Como eu disse ao longo dos meus muitos anos, o conhecimento é o novo dinheiro. Continue se educando sobre dinheiro e investindo. Aumente seu QI financeiro. 

Além disso, estude o Quadrante do Fluxo de Caixa® e entenda o que pode tornar você pobre: impostos, dívidas, inflação e contas de aposentadoria. Treine-se para pensar no lado empreendedor e investidor do quadrante e aprenda a minimizar perdas em impostos, dívidas, inflação e contas de aposentadoria. 

Ao transferir seu conhecimento para esses dois lados do Quadrante do Fluxo de Caixa®, você pode se posicionar para ter o melhor ano de todos os tempos. 

Abraço e feliz Ano Novo,

Robert Kiyosaki

A Inversa é uma Casa de Análise regularmente constituída e credenciada perante CVM e APIMEC.

Todos os nossos profissionais cumprem as regras, diretrizes e procedimentos internos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Instrução 598, e pelas Políticas Internas estabelecidas pelos Departamentos Jurídico e de Compliance da Inversa.

A responsabilidade pelas publicações que contenham análises de valores mobiliários é atribuída a Felipe Paletta, profissional certificado e credenciado perante a APIMEC.

Nossas funções são desempenhadas com absoluta independência, não sendo dotadas de quaisquer conflitos de interesse, e sempre comprometidas na busca por informações idôneas e fidedignas visando fomentar o debate e a educação financeira de nossos destinatários.

O conteúdo da Inversa não representa quaisquer ofertas de negociação de valores mobiliários e/ou outros instrumentos financeiros. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as suas próprias avaliações.

Todo o material está protegido pela Lei de Direitos Autorais e é de uso exclusivo de seu destinatário, sendo vedada a sua reprodução ou distribuição, seja no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa, sob pena de sanções nas esferas cível e criminal.  

Conteúdo protegido contra cópia