Pai Rico Pai Pobre Daily #15 - A Maneira Mais Rápida de Ficar Rico

Robert Kiyosaki Publicado em 21/10/2020
7 min
Ao resumir a importância de estímulos mentais, eu reafirmo que sua realidade é simplesmente o que você acredita ser real. Ou, como comumente afirmado, sua percepção é sua realidade

Caro(a) leitor(a),

Logo após publicar “Filho Rico, Filho Vencedor”, o quatro livro da série “Pai Rico”, uma resenha do livro foi publicada em um jornal proeminente. Quase todas as reportagens da mídia sobre a série “Pai Rico” foram extremamente favoráveis. Elas foram mais que justas, além de objetivas, em suas resenhas sobre meus livros.

Mas um artigo sobre “Filho Rico, Filho Vencedor”, em particular, não começou da mesma maneira. O jornalista começou a resenha com um ataque à minha incapacidade de escrever. Ele mais ou menos disse que eu precisava voltar à escola e ter aulas de escrita.

A ironia é que eu falo abertamente no livro que eu reprovei em Inglês duas vezes durante meus tempos de colégio por causa da minha incapacidade de escrever. Ser rotulado como estúpido e um fracasso aos 15 anos porque eu era um escritor ruim foi um acontecimento bem doloroso em minha vida.

Desde então, eu nunca mais me declarei um escritor. Escrever pode ter sido minha habilidade mais fraca e o motivo de eu passar por momentos difíceis no colégio. O quarto livro da série “Pai Rico” é sobre como eu superei minha incapacidade de ler e escrever e ainda me formei no colégio.

"Filho Rico, Filho Vencedor” é sobre encontrar e desenvolver o gênio único de seu filho, bem como a necessidade de desenvolver suas habilidades de sobrevivência financeira. Então, a crítica do jornalista não foi sobre conteúdo, mas minhas habilidades de escrita, o mesmo problema que tive na época de escola.

O jornalista terminou a resenha fazendo um comentário que ele pensou ser favorável e tornaria o artigo balanceado e objetivo. Ele escreveu: “Este livro ajudará seu filho a ser mais empregável”.

Bem, eu acho que a crítica às minhas habilidades de escrita é justificada. Mas colocar no artigo que o único fator socialmente redentor é que ele torna seu filho mais empregável foi, até então, o que me ofendeu. Eu duvidei que o repórter sequer leu o livro.

O livro, como todos os outros que eu escrevi, não é sobre tornar seu filho mais empregável. É sobre torná-lo mais “desempregável”. Se você quer aposentar-se rico, precisa pensar em como se tornar menos empregável, não mais empregável. De novo, a diferença está na realidade mental.
 

Como Tornar-se “Desempregável”

Ao resumir a importância de estímulos mentais, eu reafirmo que sua realidade é simplesmente o que você pensa ser real. Ou, como é comumente afirmado, sua percepção de realidade. Quando me perguntam se é difícil mudar a realidade de alguém, respondo que depende.

Para mim, era uma luta pessoal abandonar a realidade do meu pai pobre sobre o que ele pensava ser a coisa inteligente a se fazer e adotar as ideias do meu pai rico sobre o que ele pensava ser inteligente. De muitas maneiras, mudar a realidade de alguém de classe média ou pobre para uma realidade de riquezas pode ser como aprender a comer com sua mão esquerda depois de passar anos comendo com a direita. Apesar de não ser difícil de fazer, e qualquer um pode fazer se perseverar, pode também não ser a coisa mais fácil.

A maneira mais rápida de se tornar rico é mudar suas realidades mais rápido. Isso pode ser mais fácil de dizer do que fazer para a maioria das pessoas, porque tenho observado que a maioria prefere manter-se dentro do conforto de suas realidades, mesmo que seja uma realidade de dificuldade financeira e limitações.

Meu pai rico dizia: “A maioria das pessoas prefere viver com seus recursos que expandir seus recursos”. Ele acreditava que a maioria das pessoas prefere estar confortável trabalhando muito por toda a vida do que ficar desconfortável por alguns anos, trabalhando muito em mudar sua realidade, e tirar o resto de sua vida de folga.

Usando a metáfora de trocar a mão direita pela esquerda, a maioria das pessoas prefere ser pobre comendo com a mão direita do que se tornar rico aprendendo a comer com a mão esquerda. De muitas maneiras, isso é o que uma mudança de realidade mental requer.
 

Conteúdo, Contexto e Capacidade.

Embora meu pai rico não utilizasse as palavras conteúdo e contexto com frequência, optando por usar a palavra realidade, ele utilizava a palavra capacidade regularmente.

Ele dizia: “Uma pessoa não apenas tem uma realidade pobre, mas ter uma realidade pobre significa que tal pessoa tem muito pouca capacidade de permitir que o dinheiro fique com ela”.

Ele queria dizer que quando pessoas dizem coisas como “eu nunca serei rico”, “eu não posso pagar”, ou “investir é arriscado”, isso diminui sua capacidade de ser rico. Ele dizia: “Quando uma pessoa de uma realidade mais pobre ou de classe média repentinamente ganha dinheiro, eles frequentemente não têm a capacidade mental e emocional de lidar com essa abundância de dinheiro repentina, então o dinheiro transborda e foge”.

É por isso que, frequentemente, ouvimos pessoas dizerem que o dinheiro escapa pelos dedos. Ou que “não importa quanto eu ganhe, estou ‘curto de grana’ no final do mês”. Ou ainda “vou investir quando tiver um dinheiro extra”.

Ocasionalmente, usarei o exemplo que meu pai rico usou para reforçar sua mensagem a mim e seu filho. Meu pai rico pegava um copo vazio e então despejava água de uma jarra grande e cheia nele.  Não demoraria até que a água transbordasse no copo de água menor, e continuaria a transbordar enquanto ele jogasse.

Meu pai rico dizia: “Há muito dinheiro no mundo.  Se você quer ser rico, você precisa primeiro expandir sua realidade (contexto) para ter sua parte dessa riqueza”.

Eu utilizo esse mesmo exemplo gráfico para explicar a relação entre conteúdo, contexto e capacidade. Primeiro, começo a derramar água em um copo de 30 ml, depois, em um pequeno copo d'água e, em seguida, em um copo d'água maior. É uma demonstração simples para ilustrar as diferenças na capacidade de reter dinheiro entre os pobres, a classe média e os ricos.
 

Como Expandir sua Capacidade

Quando me perguntam “Como eu começo a expandir minha realidade ou contexto?”, eu respondo com “observando suas ideias".

Eu também lembro as pessoas de um dos dizeres favoritos de meu pai rico: “Dinheiro é apenas uma ideia”. Respondo dando o mesmo conselho que meu pai rico me deu. Meu pai rico dizia: “Cínicos e tolos são gêmeos de lados opostos da realidade e possibilidade”.

Ele continuava dizendo: “Tolos acreditarão em qualquer esquema artificial, e um cínico irá criticar qualquer coisa fora de sua realidade”.

Ele terminava sua explicação dizendo: “A realidade de um cínico não deixa entrar nada novo, já a realidade de um tolo não tem a habilidade de manter ideias tolas de fora". Se você quer ser abundante e rico, precisa ter uma mente aberta, uma realidade flexível e habilidades para transformar novas ideias em empreitadas reais e rentáveis”.

Meu pai rico teria dito desta maneira:

Se você quer uma maneira rápida de ficar rico, você precisa ter a mente aberta a novas ideias e ter a destreza de aproveitar oportunidades que são maiores que suas habilidades atuais. Para fazer isso, você precisa ter uma realidade que possa mudar, expandir e crescer rapidamente. Tentar enriquecer com a realidade de uma pessoa pobre ou uma realidade que vem de faltas e limitações é uma missão impossível”.

Um grande abraço,

Robert Kiyosaki

A Inversa é uma Casa de Análise regularmente constituída e credenciada perante CVM e APIMEC.

Todos os nossos profissionais cumprem as regras, diretrizes e procedimentos internos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Instrução 598, e pelas Políticas Internas estabelecidas pelos Departamentos Jurídico e de Compliance da Inversa.

A responsabilidade pelas publicações que contenham análises de valores mobiliários é atribuída a Felipe Paletta, profissional certificado e credenciado perante a APIMEC.

Nossas funções são desempenhadas com absoluta independência, não sendo dotadas de quaisquer conflitos de interesse, e sempre comprometidas na busca por informações idôneas e fidedignas visando fomentar o debate e a educação financeira de nossos destinatários.

O conteúdo da Inversa não representa quaisquer ofertas de negociação de valores mobiliários e/ou outros instrumentos financeiros. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as suas próprias avaliações.

Todo o material está protegido pela Lei de Direitos Autorais e é de uso exclusivo de seu destinatário, sendo vedada a sua reprodução ou distribuição, seja no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa, sob pena de sanções nas esferas cível e criminal.  

Conteúdo protegido contra cópia