Pai Rico Pai Pobre Daily #14 - A positividade pode salvar seu cérebro

Robert Kiyosaki Publicado em 14/10/2020
1 min
O pensamento negativo está ligado a doenças degenerativas... Como o aprender a ser positivo pode contribuir para sua saúde e riqueza...

Caro(a) leitor(a),

Como você se sente sobre seu futuro financeiro neste exato momento?

Você está tomando decisões para atingir sua liberdade financeira?

Ou está preso em um círculo de medo e preocupações?

Talvez você apenas acabou de desistir e está deixando outras pessoas controlarem seu destino financeiro... 

Ou talvez está dizendo coisas do tipo “não tenho dinheiro para investir”, “não sou formado em uma faculdade boa, então estou parado na minha vida” ou “só estou preocupado com o dinheiro da minha aposentadoria”. 

Estes são apenas alguns pensamentos negativos que ouço das pessoas ao redor do mundo. E é muito fácil ter desculpas, culpar os outros, aceitar o status quo e seguir a vida reclamando.

Bem, isso deve parar. Você não atingirá a liberdade financeira reclamando!

A negatividade é ruim para sua saúde.

Você pode ter muitas ideias negativas enraizadas na sua mente pela infância, amigos e família, mas um estudo descobriu o seguinte: pensamentos negativos acumulados ao longo da vida geram aumento de duas proteínas responsáveis pelo mal de Alzheimer.

“Descobrimos que o pensamento negativo repetitivo pode ser um novo fator de risco para a demência”, afirmou a pesquisadora Dra. Nathalie Marchant, psicóloga do departamento de saúde mental do University College London e autora do estudo.  

Isso significa que você precisa estar mais consciente de seus pensamentos. Quando você sente negatividade sobre algo, observe este pensamento e tente trocá-lo por uma ideia positiva.

Ao invés de pensar sobre os obstáculos de seu caminho, pense como você efetivamente pode iniciar a transformação de seus sonhos financeiros em realidade.

Isso significa que você precisa estar mais consciente de seus pensamentos. Quando você sente negatividade sobre algo, observe este pensamento e tente trocá-lo por uma ideia positiva.

Ao invés de pensar sobre os obstáculos de seu caminho, pense como você efetivamente pode iniciar a transformação de seus sonhos financeiros em realidade.
 

A negatividade leva a uma mentalidade fixa

Algumas pessoas acreditam que suas forças e fraquezas estão escritas na pedra. “Eu tenho um certo tipo de talento, uma quantidade limitada de inteligência, mas é o que é”. Talvez tenham feito um teste de QI na escola e pensem: “é meu QI para a vida toda”.

Essas pessoas têm medo de desafios porque não querem descobrir que talvez possam não ser tão inteligentes quanto pensavam. 

Não querem fazer nada que possa fazer com que pareçam idiotas ou incapazes para os outros – ou inclusive para si mesmos. 

Se alguma vez tentarem fazer algo novo e encontrarem um obstáculo, pensarão “acho que isso é todo talento que tenho. Que pena”

Acreditam que se fossem realmente talentosos não teriam problemas, tampouco precisariam trabalhar duro para atingir a solução.

Quando falham, enxergam o insucesso como uma prova de que não são capazes de fazer algo. E isso acaba se tornando o ponto final da história. 

O problema é que aqueles com mentalidade fixa sentem sua capacidade ser avaliada só pelos seus erros. 

Os erros evidenciam se são inteligentes ou incapazes e, por causa disso, são evitados a todos os custos – mesmo se isso significar permanecer sempre preso no mesmo círculo de antes, sem ter novidades. 

Para a mentalidade fixa, a crença é: se você for inteligente, as coisas vêm fácil; não precisa se esforçar ou lutar contra alguma coisa.   

E se você se encontrar lutando ou enfrentando algo, você simplesmente não é tão bom nisso – e ponto final. 

Aqueles com a mentalidade fixa não pensam que podem mudar e evoluir: se uma dificuldade revela que não são bons com alguma coisa, isso significa que nunca serão bons naquilo. 

Do outro lado da vida e da existência estão os que enxergam suas habilidades e talentos como simplesmente o ponto inicial

São pessoas que percebem que podem crescer e se desenvolver por meio do trabalho duro, ao seguirem instruções de outras pessoas ou através de uma estratégia bem pensada. 

Para aqueles com uma mentalidade evoluída, sucesso significa deixar a preguiça de escanteio e adquirir novas habilidades. 

Eles sempre estão crescendo e aprendendo. Usam a dificuldade para atingir novos e mais altos níveis de conquistas. Aprendem com seus erros.
 

A negatividade leva ao medo

O medo pode ser uma emoção saudável se sinaliza que é preciso agir com cautela. É uma resposta normal e saudável que nosso corpo usa como mecanismo de proteção para a segurança. 

Contudo, devemos lembrar que o medo é uma emoção, e emoções geralmente não podem ser interpretadas como fatos ou verdades.

Enquanto pode nos alertar em situações de vida ou morte, também pode ser um aniquilador – aniquilador de sonhos, de oportunidades, do nosso crescimento pessoal e de nossa paixão, ou de viver a plenitude de nossas vidas. 

O rosto nocivo do medo é quando nos paralisa – quando ficamos imobilizados sem fazer nada. Falamos automaticamente “não” a oportunidade, sem ao menos pensar sobre. 

Tudo que podemos ver é que as coisas vão dar errado. Quando isso acontece, expelimos todas as razões pelas quais o investimento é ruim, arriscado e imprudente. O medo de errar, perder dinheiro ou amargurar uma decepção pessoal acaba vencendo.

Se você não está dominando um pouco de medo todos os dias, você não aprendeu o segredo da vida

É geralmente através do processo de lidar com os medos que nós mais crescemos como seres humanos. 

E quando você caminha em direção ao outro lado, é estimulante. Você não é a mesma pessoa que foi outro dia. 

Pense desta maneira: o medo é como crescemos. Ao invés de temer o medo, encare bem nos olhos e saiba que você acabou de descobrir seu próximo nível de crescimento.
 

Retreine seu cérebro

Preste atenção: não existe pílula mágica para o sucesso. Mesmo com a mais positiva de todas mentalidades, levará tempo e trabalho para a glória. 

Mas fica muito mais difícil quando você entra no jogo assumindo: “meu talento se resume até este nível e não vai além”.

Quando bebês aprendem a andar, nunca conseguem na primeira tentativa. Eles oscilam, caem, choram, mas tentam de novo.

Imagine se todos nós desistíssemos na primeira vez que tombamos quando éramos pequenos. Teríamos um mundo cheio de adultos indefesos que nunca poderiam chegar a lugar nenhum!

Isso é exatamente o que acontece na vida de muitas pessoas. 

Elas tentam alguma coisa nova, então oscilam e caem. Em vez de absorver a falha como um passo no processo, simplesmente desistem. 

E, como resultado, não chegam a lugar algum. Não direcionam a si mesmas novos caminhos que podem levá-las a lugares incríveis.

A expectativa média de vida dos norte-americanos é de 81 anos para mulheres e de somente 76 anos para homens. 

São muitos anos de vida para não estar constantemente crescendo e caminhando sem direção se você assumir que suas habilidades estão congeladas quando você sai da escola. 

Você pode dizer que está nos seus 40s, no meio dos 50s, nos 60s, que é muito tarde para uma mudança drástica em sua mentalidade. 

Muito tarde para começar como um aprendiz em um novo campo. Mas pare, pense e reflita: você pode ter ainda um terço (ou mais) de tempo de vida restante!

Se você sabe que enxerga sempre seu copo metade vazio, pode levar um tempo e prática para começar a visualizar sua vida com novas lentes. 

Mas vale a pena o esforço: você não se arrependeria mais se olhasse para trás em cinco ou 10 anos e visse o tempo que perdeu com a negatividade?

Um grande abraço,

Robert Kiyosaki

A Inversa é uma Casa de Análise regularmente constituída e credenciada perante CVM e APIMEC.

Todos os nossos profissionais cumprem as regras, diretrizes e procedimentos internos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Instrução 598, e pelas Políticas Internas estabelecidas pelos Departamentos Jurídico e de Compliance da Inversa.

A responsabilidade pelas publicações que contenham análises de valores mobiliários é atribuída a Felipe Paletta, profissional certificado e credenciado perante a APIMEC.

Nossas funções são desempenhadas com absoluta independência, não sendo dotadas de quaisquer conflitos de interesse, e sempre comprometidas na busca por informações idôneas e fidedignas visando fomentar o debate e a educação financeira de nossos destinatários.

O conteúdo da Inversa não representa quaisquer ofertas de negociação de valores mobiliários e/ou outros instrumentos financeiros. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as suas próprias avaliações.

Todo o material está protegido pela Lei de Direitos Autorais e é de uso exclusivo de seu destinatário, sendo vedada a sua reprodução ou distribuição, seja no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa, sob pena de sanções nas esferas cível e criminal.  

Conteúdo protegido contra cópia