Pai Rico Pai Pobre Daily #12 - Como eu transformei 10 mil em 10 milhões em 10 anos?

Robert Kiyosaki Publicado em 29/09/2020
8 min
Estratégia nº 1: não tenha medo do mercado... nº 2: estes dois caminhos são os melhores para os investidores instruídos capitalizar... nº 3: integração sobre diversificação.

Caro leitor,

Quando escrevi O Guia do Pai Rico – Profecias do Pai Rico – o Que Está Por Vir, Como Se Preparar e Lucrar Mais, ganhei muita publicidade — era uma grande previsão sobre um incidente iminente, escrito em 2002. Todos sabemos o que ocorreu apenas cinco anos depois.

Um repórter em um jornal em Phoenix, no Arizona, nos Estados Unidos, escreveu um artigo sobre o livro que considerei bastante honesto. Mas houve uma declaração do autor que pareceu questionar um retorno de 39% sobre um investimento.

Eu tentei deixar passar, mas isso me incomodou por alguns dias. Decidi que queria esclarecer tudo. Liguei para ele e solicitei uma reunião para que eu pudesse esclarecer as coisas.

Ele compreendeu que eu não estava buscando uma retratação, mas eu precisava que ele entendesse o retorno que eu obtive com esse investimento.

Nós nos encontramos, e levei meu contador. Depois que meu contador e eu explicamos a ele como os 39% foram alcançados e por que isso de fato foi subestimado, seu único comentário foi: “Bem, o investidor médio não pode fazer o que você faz”.

Ele disse que o que eu fiz foi “muito arriscado”. Minha resposta foi: “Sim, isso é verdade para quem não é instruído”.

Dez anos atrás, os investidores perderam dinheiro, em grande parte por ações e fundos de investimento. O que a maioria dos chamados gurus financeiros recomenda.

Minha pergunta para o repórter foi: “Se ações, títulos e fundos de investimento são considerados seguros, então por que tantas pessoas perdem tanto dinheiro?”
 

Idosos temem mais uma aposentadoria pobre do que a morte

Uma pesquisa conduzida pela Wells Fargo/Gallup, há apenas anos atrás, concluiu que 46% dos investidores nos EUA estavam preocupados com a possibilidade de suas economias não serem suficientes na aposentadoria.

Num estudo da Allianz de 2016 com mais de 3.200 idosos americanos: “mais de 60% dos baby boomers temiam ficar sem suas economias mais do que temiam a morte”.

Para Karen Wimbish, diretora de aposentadoria da Wells Fargo: “Muitas pessoas não economizaram o suficiente e algumas perderam muito dinheiro durante a Grande Recessão e não se recuperaram da experiência. Elas ainda estão hesitantes em colocar dinheiro no mercado de ações, embora o mercado seja a melhor maneira de aumentar suas economias”.

Os resultados da pesquisa não são surpreendentes e eu suspeito que os números não mudaram nos últimos anos.

O que me entristece é que os americanos estão repetindo o mesmo comportamento e esperando um resultado diferente. Muitas pessoas quebram as regras ao entregar seu dinheiro aos planos de aposentadoria por aqui.

Milhões de pessoas apostam todo o seu futuro financeiro nisso. Mesmo depois de perder, milhões de pessoas ainda mantêm seu dinheiro parado, esperando que o mercado se recupere e elas possam compensar suas perdas.

Elas continuam se preparando para repetir os mesmos erros no futuro.

Por que tantas pessoas perdem …

Uma das razões, acredito, pelas quais muitos perderam trilhões de dólares é por escutarem as pessoas erradas.

“O mercado é a melhor maneira de aumentar suas economias.”

Eu acredito que esta é a pior maneira: poupar dinheiro, investir a longo prazo e se livrar de dívidas. É por isso que muitas pessoas perderam tanto dinheiro.

Pessoas com um emprego que aplicam dinheiro em um plano de aposentadoria estão pegando o ônibus mais lento pela vida.

Um ônibus com um motor desgastado. Não anda rápido e nunca atinge os picos de retorno financeiro. É um ônibus que tem freios ruins, e no qual as descidas são assustadoras.

Embora investir dinheiro em um plano de aposentadoria a longo prazo possa parecer uma boa ideia para os investidores médios, para mim é uma maneira lenta, arriscada, ineficiente e altamente tributada de investir.

Para não repetir os erros do passado, você precisa ser instruído. Eu estudo o mercado, a economia global e especialmente os investimentos fracassados que fiz no passado. Essa é uma maneira de evitar cair em papo de “vendedores”.
 

Não para o cauteloso, mas para o ousado

Na minha opinião, negócios e imóveis são investimentos muito melhores para pessoas com habilidades para gerenciá-los. Sem habilidades de gerenciamento, o controle é difícil.

Obviamente, se uma pessoa não tem as habilidades para administrar um negócio ou um imóvel, essas duas classes de investimento podem se transformar em pesadelos.

Se você não sabe dirigir nem controlar o acelerador, os freios e o volante de um carro, dirigir pode ser um risco para sua saúde.

Em meus próprios negócios e em minhas propriedades, tenho controle sobre quanto dinheiro posso ganhar, minhas despesas, impostos e o que fazer com meus ganhos.

Também tenho melhor controle sobre atividades irregulares que possam estar ocorrendo no negócio.

Outro controle do qual se abre mão nos ativos em ações é que o investidor tem vantagens fiscais muito limitadas, se houver.

Mantenha estes pontos básicos em mente, e suas chances de encontrar investimentos melhores aumentarão:

  1. Conheça os números. Não jogue com base em adivinhação
  2. Estude os erros que a maioria comete
  3. Seja generoso
  4. Seja criativo

Um dos segredos mais bem guardados dos investidores de sucesso não é diversificar, mas integrar.

Em vez de investir apenas num ativo, os investidores bem-sucedidos integram duas ou três classes de ativos e depois aceleram, alavancam e protegem o fluxo de caixa dos ativos.

Por exemplo, Bill Gates tornou-se o homem mais rico do mundo ao integrar o poder de um negócio e o poder das ações. Ele alcançou o sonho de muitos empreendedores, o sonho de construir uma empresa e torná-la pública por meio do mercado de ações.

Em outras palavras, ele transformou parte de seu negócio em papel, muitas vezes referido como “ações”. Se Bill Gates não tivesse aberto o capital da sua empresa, ele provavelmente ainda seria rico, mas poderia não ter se tornado o homem mais rico do mundo tão jovem.

Em resumo, foi a integração de duas classes de ativos que aceleraram seu patrimônio. Ele não se tornou o homem mais rico do mundo devido a um salário como funcionário da Microsoft que diversificou seu salário em fundos de investimento.

Donald Trump consegue maiores retornos de seu dinheiro ao possuir uma empresa que investe em imóveis. E Warren Buffett, o maior investidor do mundo, obtém retornos extremamente altos ao manter uma empresa que investe em outros negócios.

A integração é fundamental.

Grande abraço,

Robert Kiyosaki
* Em breve você vai receber conteúdos novos do Robert Kiyosaki, este é original de 26 de julho de 2019.

A Inversa é uma Casa de Análise regularmente constituída e credenciada perante CVM e APIMEC.

Todos os nossos profissionais cumprem as regras, diretrizes e procedimentos internos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Instrução 598, e pelas Políticas Internas estabelecidas pelos Departamentos Jurídico e de Compliance da Inversa.

A responsabilidade pelas publicações que contenham análises de valores mobiliários é atribuída a Felipe Paletta, profissional certificado e credenciado perante a APIMEC.

Nossas funções são desempenhadas com absoluta independência, não sendo dotadas de quaisquer conflitos de interesse, e sempre comprometidas na busca por informações idôneas e fidedignas visando fomentar o debate e a educação financeira de nossos destinatários.

O conteúdo da Inversa não representa quaisquer ofertas de negociação de valores mobiliários e/ou outros instrumentos financeiros. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as suas próprias avaliações.

Todo o material está protegido pela Lei de Direitos Autorais e é de uso exclusivo de seu destinatário, sendo vedada a sua reprodução ou distribuição, seja no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa, sob pena de sanções nas esferas cível e criminal.  

Conteúdo protegido contra cópia