Tônica da Semana: Deu zebra na economia e no mercado?

Willian Castro Alves há 1 semana
9 min
A China responde por mais de 35% do crescimento do mundo. Então, haverá impacto econômico, mesmo com injeção de recursos pelo BC chinês. E isso não é bom para o Brasil, que tem na China um importante parceiro comercial.

Na edição de hoje, o William volta a comentar o impacto nos mercados do coronavírus. Ele destaca previsões de que a atividade econômica não deve retomar tão rapidamente na China, o que derrubou preços das commodities. Ele, porém, diz ver assimetria interessante nos preços atuais das matérias-primas.

Leia esta edição completa abaixo
 

Nasci nos anos 80. Tenho escutado músicas dos anos 80 (inclusive a música que está no final dessa tônica). E sou nostálgico com os filmes, programas e tudo mais da TV dos anos 80.

Ao invés dos cavalinhos do Tadeu Schmidt nos gols do Fantástico, tinhamos a zebrinha! Não estou falando que essa era melhor, apenas pontuando que era diferente. A lógica da zebrinha tinha a ver com a Loteria Esportiva, um ancestral do cartola, bem mais simples e tal. Mas a lógica era a mesma: apostar em quem ganharia ou perderia; quantos gols e tal. Quando saía algum resultado inesperado, era a zebra!

 

 

DEU ZEBRA NA ECONOMIA? 

Então, no mercado temos um negócio chamado Boletim Focus, o qual mostra o consenso do mercado a respeito de alguns indicadores macroeconômicos. Essa é a foto da segunda passada:

Imagem

Basicamente, é uma métrica para medir o quanto nós economistas erramos! Mal começou o ano e parece que surgem algumas zebras….

Sem sobra de dúvidas, o coronavirus é a Zebra do ano. Algumas projeções acerca do impacto estão sendo feitas, mas eu acho pouco válidas porque ainda não se sabe quando o impacto do virus “passará” na economia. Na última semana, participei de uma conference organizada pelo UBS com uns médicos, alguns entendidos em China. Eles comentaram duas coisas que fazem sentido:

  • O número de casos é subestimado e deve ser maior que os números oficiais;
  • O pico da epidemia ainda deve acontecer em março.

Eles embasaram bem suas opiniões e foge ao escopo desta tônica comentar. Mas o fato preponderante é que parte relevante da China está parada e talvez não retorne ao normal tão rapidamente…Matéria da bloomberg:

“Don’t Expect China to Rebound Quickly From Coronavirus
Cascading spillovers in trade, supply and demand, and the movement of goods are difficult to reverse rapidly.”

Matéria completa aqui.

 

A China responde por mais de 35% do crescimento do mundo. Então, haverá impacto econômico, mesmo com injeção de recursos pelo BC chinês. Teremos impacto e isso não é bom para o Brasil, que tem na China um importante parceiro comercial!

Fora isso, os últimos dados da indústria decepcionaram! Produção industrial mostrando queda pelo segundo mês consecutivo!

 

E os gastos em bens de capital também arrefeceram decepcionando a todos…

 

 

Nos dados acima, não deu tempo de dar impacto do corona. E acho mesmo que ainda é bem cedo para falar, mas o impacto de uma China parada para o nosso crescimento é, sim, temerário!
 

ZEBRA PARA O LONGO PRAZO

Apesar de ser um eterno otimista, não sou um sem noção! Tenho consciência de certas coisas. Uma delas é a de que o Brasil possui um talento em nos decepcionar! Fora isso, olhando para o longo prazo, algumas coisas fundamentais precisam ser endereçadas para termos um crescimento sustentado de longo prazo. A thread do twitter abaixo é muito boa! Ela compara o Brasil com o México, levantando a questão que somente acertar as contas públicas não garante crescimento sustentado de longo prazo. Triste verdade. Confere:

 

ZEBRA NAS COMMODITIES? 

Coronavírus pode não ter se espalhado pelo mundo (#graçaDeus!). Mas no mercado já se espalhou, ao menos nas commodities está claro que já fez preço! Abaixo, a comparação das commodities com o S&P e os emergentes…

 

Terminamos o ano com China e EUA fechando o acordo e o mundo acreditando que veríamos a volta do crescimento e as commodities lá em cima! Já deu zebra! Mas, em especial, e particularmente no petróleo, sou comprador a esses preços. SEMPRE POSSO ESTAR ERRADO. Mas entendo que a assimetria está interessante! Fácil de comprar através da Avenue! (ETF…código USO)

 

 

ZEBRA NO CÂMBIO?  

Dólar a R$ 4,32! Pode isso, Arnaldo?! Acredito que essa já é uma baita zebra, não? Quando da eleição em 2018, lembro de falarem de câmbio a R$ 3,00! Depois que passou a reforma da Previdência, voltaram a falar em R$ 3,75 ou até R$ 3,50. E cá estamos. Olha o gráfico: grafistas dirão que rompeu resistência e que vai subir mais. Vai saber?!

 

 

Pois é, o Paulo Guedes já tinha dado o recado um tempo atrás quando disse que o novo normal seria “juro baixo e dólar alto”. Dito e feito! E agora ele ataca de novo chamando os especuladores para a briga! Rs ! Que homem!

 


Gringo não para de tirar recursos da bolsa e o fluxo de recursos tem sido bem negativo no Brasil (mais dinheiro saindo que entrando) – vide gráfico abaixo….se liga na área em azul...

 

 

Junto a isso, o juro baixo retira a velha âncora cambial que controlava a inflação. Não é problema, pois como comento mais abaixo a inflação tem surpreendido pela ponta positiva. Então, sem os juros…

...o que motivaria o câmbio voltar a cair?

  • Ofertas de ações atraindo capital gringo, como é o caso da Petro;
  • Investimento estrangeiro direto voltando com as licitações e grandes projetos;
  • Eventualmente, os especuladores voltarem a apostar no Real ou ainda reduzirem posições vendidas.

Os dois primeiros motivos levam tempo, logo fica difícil ver no curto prazo esse câmbio voltando para R$ 4,00. Enquanto isso, o coronavírus vem parando a China e, por consequência, enfraquecendo as commodities e fortalecendo o dólar. Not good! Mas entendo que essa fraca performance do real já antecipou um pouco esse cenário. 

 

ZEBRA NOS JUROS E INFLAÇÃO 

Tivemos uma baita Zebra na inflação nessa semana que passou, quem viu?

O IPCA subiu 0,21% na passagem de dezembro para janeiro, no nível mais baixo para o mês desde 1994.

Com isso, vimos os juros darem outro mergulho… abaixo a curva para 1 ano:

 

 

Por que isso é importante? 

Falo dela porque, com inflação tão abaixo do esperado, será que não tem espaço para mais um corte de juros? Quem sabe acabar o ano com um juro de 4%, hein?! Junto a isso, a economia tendo dificuldades para engrenar por conta do impacto econômico do corona. Quem duvida é louco! Não é o consenso, por isso mesmo merece atenção!

 

ZEBRA NA BOLSA?

Vire essa boca para lá!

Sou totalmente viesado porque tenho muito do meu patrimônio em bolsa. Minha opinião é a de que há, sim, espaço para realização, mas que não teremos zebra no ano, que bolsa irá, sim, subir um bocado.

Mas…

Considerando o que falei no início de um crescimento falho e uma intensificação do corona, não seria absurdo que acontecesse. Inclusive, para o Credit Suisse, a Bolsa brasileira caiu 5 posições em um ranking global de atratividade dentre os mercados emergentes.

O documento considera o valuation (média das avaliações do banco com os preços das ações), sentimento de mercado (desempenho recente contra o de longo prazo) e momentum (mudanças de recomendações do mercado).

Matéria completa:


Seguimos na torcida do tradicional na bolsa…nada de zebra por favor!

 

MÚSICA SEM ZEBRA…RS

 

 

Era isso.
Aquele Abs.

Conteúdo protegido contra cópia