Criptomoedas do Desafio dos 1000% já subiram, em uma semana, quase 30%

Katia Kazedani Publicado em 04/02/2020
2 min
Os investidores que aceitaram participar do Desafio dos 1000% já estão lucrando, e isso está apenas começando

Oi, leitor!

Tudo bem?

Você chegou a ver que na semana passada começamos o ‘Desafio dos 1000%’?

A Helena aceitou o desafio de buscar um retorno de 1.000% em 1 ano para os seus seguidores. Quem topou entrar e está ao lado dela sabe que as três criptomoedas sugeridas já tiveram uma alta de 27,17% em 1 semana. Ou seja, uma média de 9,05% de lucro em cada.

Essa rentabilidade ocorreu no período em que as Bolsas mundiais despencaram por causa do impacto do coronavírus na economia.

E estamos apenas no início desse desafio proposto pela Helena.

“Vou buscar 1000% para quem seguir minhas estratégias. Por isso, chamei esse projeto de ‘Desafio dos 1000%’. Venho estudando há muito tempo o assunto e quero ajudar mais pessoas a ganhar dinheiro com as criptomoedas”, disse.

Você pode até achar muito 1000% em um ano...

Mas a Helena não faria esse desafio se não estivesse convicta de que pode entregar essa rentabilidade.

Além de já ter ganhado muito dinheiro com criptomoedas, neste ano teremos o terceiro halving da história do Bitcoin, momento em que a emissão de Bitcoins será reduzida pela metade. E foi justamente nesses períodos em que investidores bem orientados conseguiram multiplicar em muitas vezes o capital investido.

Você vai ficar de fora desse desafio?

Caso queira aceitar, com a possibilidade de multiplicar por milhares de vezes o seu dinheiro, clique aqui.

E não se esqueça de que criptomoedas são investimentos arriscados...

Sendo assim, invista no máximo 5% do seu capital nesses ativos. 

Abraço,

Kátia

 

QUERO PARTICIPAR DO DESAFIO DOS 1.000%

A Inversa é uma Casa de Análise regularmente constituída e credenciada perante CVM e APIMEC.

Todos os nossos profissionais cumprem as regras, diretrizes e procedimentos internos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Instrução 598, e pelas Políticas Internas estabelecidas pelos Departamentos Jurídico e de Compliance da Inversa.

A responsabilidade pelas publicações que contenham análises de valores mobiliários é atribuída a Felipe Paletta, profissional certificado e credenciado perante a APIMEC.

Nossas funções são desempenhadas com absoluta independência, não sendo dotadas de quaisquer conflitos de interesse, e sempre comprometidas na busca por informações idôneas e fidedignas visando fomentar o debate e a educação financeira de nossos destinatários.

O conteúdo da Inversa não representa quaisquer ofertas de negociação de valores mobiliários e/ou outros instrumentos financeiros. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as suas próprias avaliações.

Todo o material está protegido pela Lei de Direitos Autorais e é de uso exclusivo de seu destinatário, sendo vedada a sua reprodução ou distribuição, seja no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa, sob pena de sanções nas esferas cível e criminal.  

Conteúdo protegido contra cópia