Investigador Financeiro #68 - Como você investiria 400 mil reais hoje?

Andre Zara Publicado em 27/07/2019
3 min
Quem não dedica algum tempo para cuidar do dinheiro não pode esperar sucesso financeiro

Oi.

Se você recebesse R$ 400 mil, hoje, como investiria? Saberia exatamente no que aplicar para ter bons retornos?

Ou simplesmente escutaria os conselhos do gerente de banco, por exemplo? Aplicaria no que ele sugerisse, sem questionar?

Bom, é isso que muita gente faz, afinal não sabe nada de investimentos. Pode ser um grande erro...

Já contei aqui o caso da minha mãe: recentemente, o gerente dela havia aplicado seu dinheiro em títulos de capitalização e fundos de investimento com baixo rendimento.

E isso acontece todos os dias, inclusive, pode estar acontecendo com você. A solução é se educar. Mas será que é muito complicado entender sobre investimentos? Confira na resposta abaixo.

“Tenho um capital de 400 mil para investimentos, porém não tenho experiência nenhuma, o que me sugere? Procurar um consultor financeiro ou eu conseguiria fazer por conta os investimentos adequados?” – Gisele

Muito obrigado por enviar a sua dúvida, Gisele. A sua questão vai nos permitir conversar sobre o que é preciso para cuidar bem do próprio dinheiro.

Eu acredito que temos responsabilidade sobre o nosso patrimônio. E isso pode ser assustador para muitas pessoas. A coisa mais comum é pensar em aplicar todo o dinheiro na Poupança. O medo de errar e perder nos paralisa. Mas essa não é a solução...

A saída para isso é o conhecimento. A Gisele pergunta se deve procurar um consultor ou assumir a responsabilidade. Eu acho que não há problema em procurar ajuda de especialistas, desde que você entenda o que ele vai fazer.

Nas minhas últimas newsletters eu mostrei casos de leitores que têm deixado outros cuidarem do dinheiro e se dado mal.

Muitas vezes, as pessoas se chocam de como o gerente do banco pode estar te recomendando produtos ruins, que atendem somente aos interesses dos bancos. O melhor antídoto para isso é conhecer mais sobre o mundo dos investimentos.

Além disso, é preciso fazer uma análise interna: qual é o propósito do investimento? Qual é meu objetivo?

A Tissiane, a leitora que respondi na semana passada, tem um objetivo claro: R$ 300 mil em 4 anos. Com isso, deu para fazer um plano prático de como agir.

Para você, Gisele, sugiro um curso básico e prático de como começar a investir. Para não cair em furadas, você precisa saber o básico para entender que o mundo dos investimentos não é um bicho de sete cabeças.

Você consegue! Assim, poderá entender melhor como aplicar seus investimentos, mesmo que decida deixar alguém cuidar dos seus recursos.

Como já falei em edições anteriores desta newsletter, eu não gosto de deixar outras pessoas tomarem conta do meu dinheiro, a não ser os gestores dos melhores fundos de investimento do Brasil. Aí sim dá para ter confiança de que eles vão fazer o meu dinheiro render mais.

Agora, eu já até sei a resposta de algumas pessoas: não tenho tempo ou conhecimento para aprender como investir.

No entanto, se você não acha importante dedicar um pouco do seu tempo para cuidar do seu dinheiro, você realmente está destinado a fracassar financeiramente. A ser enganado e desperdiçar o fruto do seu trabalho. É isso que você quer para você?

Se você também tem uma dúvida sobre investimento, envie para mim por este link. Espero responder em breve.

Um abraço,

André Zara

A Inversa é uma Casa de Análise regulada pela CVM e credenciada pela APIMEC. Produzimos e publicamos conteúdo direcionado à análise de valores mobiliários, finanças e economia.
 
Adotamos regras, diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Resolução nº 20/2021 e Políticas Internas implantadas para assegurar a qualidade do que entregamos.
 
Nossos analistas realizam suas atividades com independência, comprometidos com a busca por informações idôneas e fidedignas, e cada relatório reflete exclusivamente a opinião pessoal do signatário.
 
O conteúdo produzido pela Inversa não oferece garantia de resultado futuro ou isenção de risco.
 
O material que produzimos é protegido pela Lei de Direitos Autorais para uso exclusivo de seu destinatário. Vedada sua reprodução ou distribuição, no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa.
 
Analista de Valores Mobiliários responsável (Resolução CVM n.º 20/2021): Antonyo Giannini, CNPI EM-2476

Conteúdo protegido contra cópia