Gritty Investor #71 - Você tem medo de quê?

Pedro Cerize Publicado em 19/06/2020
1 min
Preocupações em excesso geram paralisia e impedem projetos incríveis: veja os três principais receios de quem quer investir.

Conteúdo disponível também em áudio e vídeo nas plataformas abaixo:

Apple Podcasts Google Podcast Spotify Deezer RSS Youtube

(clique para ver ou ouvir)

Nota do editor: muitas vezes, o medo nos impede de realizar coisas incríveis em nossa vida. A preocupação excessiva com a falha acaba por impossibilitar a chance da vitória. 
Uma história conta que um cachorro olhando para o rio, vendo o outro cachorro (sua própria imagem), ficou com medo. Ele latia e se afastava correndo, porém sua sede era tamanha que acabava voltando. Finalmente, apesar do medo, simplesmente ele pulou na água, e a imagem desapareceu. A moral da história é que devemos sempre dar o salto, apesar de nossos receios. A seguir, deixo você com o brilhante texto de Pedro Cerize.

Oi.

Hoje vou ser breve. Quando pedi ajuda aos assinantes para que indicassem a principal razão que os impede de investir, a maioria citou a palavra MEDO. Lendo cada um dos e-mails dos assinantes, deu para perceber que nem todo MEDO é igual.

Medo da instabilidade do país: o maior risco do investidor brasileiro é morar no Brasil, mas nem por isso este medo gera paralisia. As maiores oportunidades surgem nos momentos de incerteza máxima. Quando o otimismo estiver palpável na população, nos jornais e na recomendação do seu gerente de banco, significa que as oportunidades já passaram e que agora é tempo de colher os frutos dos investimentos feitos durante os períodos de instabilidade.

Medo de ser incapaz de investir: ninguém nunca saberá tudo, e os que sabem um pouco mais um dia aprenderam estudando e, principalmente, errando. O importante é que exista a firme decisão de assumir as rédeas do seu destino financeiro. Para isso você precisa estudar e praticar. Comece a fazer isso rapidamente, mas invista seu patrimônio lentamente. Entre o estudo e os resultados práticos do dia a dia você vai acumular não só lucros (e inevitáveis perdas), mas conhecimento. E conhecimento tem um grande valor, principalmente o acumulado ao longo dos anos.

Kit Ivan Sant'Anna: livro 30 Lições de Mercado (lançamento) + assinatura Warm Up PRO por apenas R$ 29,90 neste link.



Medo de perder tudo o que ganhou com o trabalho: mesmo na poupança você está sujeito a perdas. Em 2015, você perdeu quase 5% para a inflação. Você nem notou. Uma coisa posso garantir a você: mantenha uma carteira diversificada entre títulos do Tesouro e ações de empresas sólidas e você nunca vai perder tudo. E provavelmente vai ganhar mais do que na poupança sem correr riscos desnecessários.

Outros problemas citados não tenho como resolver por estarem fora do meu alcance: dívidas, despesas muito altas e falta de reservas. Dinheiro não compra a felicidade. Dinheiro compra a liberdade de escolher.

Algumas coisas não valem a pena na vida:

• Viver sempre sem dinheiro para fazer o que gostaria;
• Viver com medo de perder o dinheiro;
• Morrer rico sem nunca ter vivido e feito o que gostaria.

O que essas três coisas têm em comum? Impedem uma vida plena.

Dessa forma, finalizo com uma breve história: um dia uma jovem ouviu de uma vidente que ela teria uma vida lastimável. Sabendo disso e buscando provar que a vidente estava errada, ela evitou tudo que pudesse causar risco de vida. Não viajou, não teve filhos e nunca se arriscou em nada. Depois de 90 anos evitando todos os possíveis problemas ela percebeu que a vidente tinha acertado a previsão.

O medo que protege ajuda a tomar decisões pensadas, colocando os riscos e benefícios envolvidos em cada uma das suas decisões.

O medo que paralisa tira sua liberdade de escolha e impede uma vida plena.

Um abraço,

Pedro Cerize

Se você está se perguntando como será do futuro, eu vou te mostrar… Saiba aqui.

Conteúdo protegido contra cópia