Gritty Investor #65 - Os melhores ativos do investidor

Pedro Cerize Publicado em 14/11/2018
4 min
Quanto tempo?

Oi.

Um dos ativos mais valiosos que existem - e também um dos menos valorizados - é o tempo. A desigualdade de renda é muito maior que a desigualdade de tempo de vida. As pessoas pensam em como acumular dinheiro enquanto desperdiçam a vida.

Por isso tento ser simples e claro na Gritty. Seu tempo pela minha ideia: tem que ser uma troca justa.

Mas essa troca só será justa se eu apresentar algo útil. O meu desafio sempre foi tentar encontrar algo novo para dizer. E quanto mais eu escrevo, mais impossível me parece a tarefa de produzir algo inédito.

Refletindo sobre esse tema, concluí que a única coisa realmente original que posso escrever é sobre minhas experiências pessoais, todo o resto já foi escrito, já foi pensado.

Tirei um peso enorme das costas. Quantos seres humanos com mentes brilhantes vivem ou já viveram antes de mim? Por que eu acharia que seria capaz de pensar algo realmente novo sobre a vida ou sobre os investimentos? Desde os antigos filósofos aos mais recentes matemáticos, físicos, escritores e, por que não, investidores, quantas mentes brilhantes já se debruçaram sobre os mesmos temas que eu?

Tenho essa sensação que meu pensamento é um mosaico de tudo que eu já li, ouvi e vivi. Minha função aqui é só repassar o que eu aprendi com os outros.

E daí me veio essa revelação: algumas coisas que eu li me ajudaram muito a me tornar a pessoa que sou hoje. Provavelmente essas leituras foram, de longe, o melhor investimento que fiz. Custaram quase nada e trouxeram efeitos permanentes na minha forma de agir. Tornaram-me uma pessoa e um investidor melhor.

Mas algumas dessas leituras não foram de fácil acesso. Estavam escondidas em obras maiores ou pouco amigas do leitor. Se algum dia eu conseguir transferir para você o que eu aprendi de uma forma mais simples, já me dou por satisfeito na minha missão de escrever sobre investimentos. E se, aliado a essa teoria, contar uma história de vida que fixe no leitor esse conceito, melhor ainda.

As mais brilhantes mentes que já viveram deixaram escritos seus ensinamentos. E muitos desses ensinamentos estão ao nosso alcance. As melhores lições que tive sobre investimento vieram de poucas pessoas, em conceitos simples, mas poderosos.

Não tente criar nada. Busque nessas pessoas a base de sua formação.

Encontre naquilo que você leu algo que o toque profundamente. Algo que você gostaria de aplicar no seu dia a dia. Mas, antes, tente explicar esse ensinamento para alguém. Não para um especialista, mas para uma pessoa normal.

A melhor maneira de aprender algo é encontrar uma forma de ensinar o que você aprendeu. E se a sua explicação não estiver clara para o outro é porque ainda não está clara para você.

O tempo é um ativo valioso demais para ser desperdiçado. Tempo e retorno combinados são poderosíssimos. Todo jovem é um bilionário em potencial.

A fórmula é simples, mas não é fácil. O que é mais difícil? Acumular um patrimônio de R$1 bilhão ou ter um retorno de 30% na sua carteira de investimentos?

Abaixo eu tenho a resposta para essa pergunta.

Taxa de retorno para se atingir um patrimônio de R$1 bilhão aos 70 anos para diferentes capitais iniciais e idades:

        
A primeira linha mostra as idades iniciais do investidor e a primeira coluna, o seu capital inicial investido. Os percentuais na tabela são as taxas de retorno anuais necessárias para se ter R$1 bilhão aos 70 anos. A cor verde é a faixa que eu considero factível com muito trabalho e disciplina. A amarela precisa contar um pouco com a sorte. A laranja (acima de 30%) é como um sonho. Acontece para poucos.

Os melhores ativos de um investidor são o tempo e o conhecimento. Não desperdice seu tempo e busque o conhecimento puro, aquele que não muda nunca. Informação não é conhecimento. Ruído não é informação. Não perca seu tempo com ruídos. Só o conhecimento puro vai permitir que você saiba separar um do outro.

Não deixe de escrever para gritty@inversapub.com dizendo o que achou da newsletter de hoje.

Um abraço,

Pedro Cerize

A Inversa é uma Casa de Análise regularmente constituída e credenciada perante CVM e APIMEC.

Todos os nossos profissionais cumprem as regras, diretrizes e procedimentos internos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Instrução 598, e pelas Políticas Internas estabelecidas pelos Departamentos Jurídico e de Compliance da Inversa.

A responsabilidade pelas publicações que contenham análises de valores mobiliários é atribuída a Felipe Paletta, profissional certificado e credenciado perante a APIMEC.

Nossas funções são desempenhadas com absoluta independência, não sendo dotadas de quaisquer conflitos de interesse, e sempre comprometidas na busca por informações idôneas e fidedignas visando fomentar o debate e a educação financeira de nossos destinatários.

O conteúdo da Inversa não representa quaisquer ofertas de negociação de valores mobiliários e/ou outros instrumentos financeiros. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as suas próprias avaliações.

Todo o material está protegido pela Lei de Direitos Autorais e é de uso exclusivo de seu destinatário, sendo vedada a sua reprodução ou distribuição, seja no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa, sob pena de sanções nas esferas cível e criminal.  

Conteúdo protegido contra cópia