Crypto Weekly #15: A estratégia definitiva para investir em Bitcoin

Ray Nasser Publicado em 24/08/2021
6 min
Muitos me perguntam qual o valor mínimo para investir em Bitcoin. Fiz esse vídeo para responder essa dúvida e para trazer uma estratégia definitiva para quem está começando e não tem ideia de como investir.

Olá!

Muitos, principalmente através do Twitter, me perguntam qual o valor mínimo para investir em Bitcoin e se vale a pena investir R$ 10, R$ 20 ou R$ 50.

Fiz esse vídeo para responder essa dúvida.

E não apenas isso, vou trazer uma estratégia definitiva para quem está começando e não tem ideia de como investir.

Antes de tudo, vou responder à pergunta que tanto me fazem:

 

Não há valor mínimo para investir em Bitcoin!

 

O Bitcoin é divisível por 100 milhões de partes. A menor fração do Bitcoin é chamada de satoshi, em homenagem ao criador da criptomoeda.

É como se os satoshis fossem os centavos de nossa moeda tradicional.

Enquanto um real tem 100 centavos, um Bitcoin tem 100 milhões de satoshis.

Então, o mínimo que você pode comprar é um satoshi.

 

Um conselho que vale ouro...

 

Tanto faz se sua renda é R$ 1.000 ou R$ 500 mil, você pode usar a estratégia que vou ensinar hoje, pois ela, além de boa, tem dado muito certo para todos que a utilizaram até hoje.

E é indicada principalmente para quem não quer ter problema ou estresse com a volatilidade do Bitcoin.

É o que chamamos em inglês de stacking sats, acumular satoshis.

Não importa o que você faz e como você faz, o importante é acumular.

O tempo e o protocolo do Bitcoin irão garantir que seu investimento se valorize.

 

A Estratégia

 

A estratégia que eu vou ensinar é conhecida como DCA, dollar-cost averaging, custo médio do dólar. No caso, custo médio em reais.

O nome é elegante, mas a estratégia é bem simples.

Sempre indico para meus amigos, familiares, funcionários ou qualquer pessoa na rua que para e me pergunta sobre.

A cada mês, você separa de 1 a 5% da sua renda e compra Bitcoin. Não importa o preço da criptomoeda.

Você pega X% da sua renda (desde que não atrapalhe suas despesas recorrentes, claro) e investe.

Assim, você estará fazendo uma média de preço e acumulando Bitcoin sem se preocupar.

Simples, né?

 

Por que é tão boa?

 

Vou te dar cinco motivos:

 

1. Reduz o risco de você comprar no preço mais alto;

2. Não precisa de um investimento significativo. Você está montando uma posição para o longo prazo, investindo um pouquinho a cada mês;

3. Você terá tempo para apreciar e aprender sobre Bitcoin e o mercado cripto;

4. Dá coragem para comprar na baixa;

5. Reduz o estresse emocional (este, em minha opinião, é um dos mais importantes).

 

No vídeo de hoje, eu passo por cada um desses motivos e explico no detalhe.

Seguindo essa estratégia, aos poucos, você pode chegar a ter um Bitcoin inteiro. Ou quase.

E esse Bitcoin pode se valorizar muito.

Mas você fez um peço médio muito bom, sem preocupação e sem estresse

 

Lembre-se: os maiores investidores da história são recompensados pela paciência. Os impacientes perdem tudo.

 

Um grande abraço,

Ray Nasser

 

P.S.: Hoje, abrimos as vagas para o Bitcamp, uma imersão sobre Bitcoin e Criptomoedas com este que vos fala. Se você me acompanha semanalmente, talvez já saiba, mas sou minerador, gestor e criei o primeiro fundo de private equity de mineração do mundo. No Bitcamp, estarei 60 dias à sua disposição. Serão semanas de troca intensa e é uma excelente oportunidade para você ganhar mais, podendo transformar sua receita em 6, 7 ou até 8 dígitos de forma responsável. Clique aqui para fazer sua aplicação

A Inversa é uma Casa de Análise regulada pela CVM e credenciada pela APIMEC. Produzimos e publicamos conteúdo direcionado à análise de valores mobiliários, finanças e economia.
 
Adotamos regras, diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Resolução nº 20/2021 e Políticas Internas implantadas para assegurar a qualidade do que entregamos.
 
Nossos analistas realizam suas atividades com independência, comprometidos com a busca por informações idôneas e fidedignas, e cada relatório reflete exclusivamente a opinião pessoal do signatário.
 
O conteúdo produzido pela Inversa não oferece garantia de resultado futuro ou isenção de risco.
 
O material que produzimos é protegido pela Lei de Direitos Autorais para uso exclusivo de seu destinatário. Vedada sua reprodução ou distribuição, no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa.
 
Analista de Valores Mobiliários responsável (Resolução CVM n.º 20/2021): Nícolas Merola - CNPI Nº: EM-2240

Conteúdo protegido contra cópia