Crypto Weekly #14: Os maiores críticos do Bitcoin

1 min
Na edição dessa semana falo sobre os maiores críticos do Bitcoin e porque eles estão pagando um grande mico.

Olá!

Estamos de volta com mais uma Crypto Weekly!

Hoje vamos falar dos maiores críticos do Bitcoin, que assim o são por terem interesses no enfraquecimento da moeda, por ignorância, cabeça dura, ego inflado ou... burrice!

Esses são os principais críticos do Bitcoin:

Paul Krugman - O economista americano vencedor do prêmio Nobel de economia de 2008 crê que a moeda não apresenta nada de inovador. Mas lembremos também que, em 1998, ele disse que até 2005 ficaria claro que a internet não teria impacto maior que o do fax na economia.

Nouriel Roubini - Professor da Stern, renomado departamento de economia da New York University. Ele previu em 2005 a crise de 2008 e sempre teve uma visão "bearish, com previsões ruins para a economia. 

De forma grosseira, ele sempre fala que os gestores institucionais que alocam investimentos em Bitcoin para os seus fundos deveriam ser despedidos. Quanto mais o Bitcoin sobe, mais ele fica bravo e eu me divirto.

Peter Schiff - Economista austríaco que gosta muito do ouro, mas não do Bitcoin, porque acredita que ele não é uma reserva de valor, não gosta de moedas fiduciárias e acha que o Bitcoin não é essa revolução que é. Sempre muito educado, divulga suas opiniões no Twitter.
 

 

Warren Buffett - Ele dispensa apresentações, é um investidor fundamentalista e sempre investe no que está barato no mercado. Por mais que ele seja uma lenda, ele perdeu todas as empresas ligadas à tecnologia ou à internet.

Perdeu o "Boom Pontocom", perdeu todas as redes sociais, os trends de propaganda digital, mas mesmo assim afirma que Bitcoin é veneno de rato ao quadrado! Ele entende muito de outras coisas, nada ligado à tecnologia e inovação.

Samy Dana - O economista que vocês conhecem muito bem e que não chega aos pés dos outros investidores em sabedoria, relevância ou celebridade. Desde 2014 ele diz que Bitcoin é uma bolha. Foi motivo de chacota de muitos até que em 2021 mudou de ideia e agora vende cursos de Bitcoin e Blockchain.

Assim, apesar dele não chegar aos pés desses outros investidores, fez algo que os outros ainda não conseguiram fazer: deixou seu ego de lado, foi estudar e entendeu, espero eu, o que é o Bitcoin.

Há também outros nomes, como Janet Yellen que também é uma crítica, mas obviamente tem seus interesses ligados ao FED e o Nassim Nicholas Taleb que é uma pessoa muito orgulhosa e que está nessa briga por puro orgulho.

Sejam quais forem as razões, esses críticos não largam o osso, não dão o braço a torcer e muitos deles levarão suas críticas ao Bitcoin para o túmulo enquanto a revolução segue nos trazendo alegrias

Essa foi a Crypto Weekly de hoje.

Um abraço a todos,

Ray Nasser

 

A Inversa é uma Casa de Análise regulada pela CVM e credenciada pela APIMEC. Produzimos e publicamos conteúdo direcionado à análise de valores mobiliários, finanças e economia.
 
Adotamos regras, diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Resolução nº 20/2021 e Políticas Internas implantadas para assegurar a qualidade do que entregamos.
 
Nossos analistas realizam suas atividades com independência, comprometidos com a busca por informações idôneas e fidedignas, e cada relatório reflete exclusivamente a opinião pessoal do signatário.
 
O conteúdo produzido pela Inversa não oferece garantia de resultado futuro ou isenção de risco.
 
O material que produzimos é protegido pela Lei de Direitos Autorais para uso exclusivo de seu destinatário. Vedada sua reprodução ou distribuição, no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa.
 
Analista de Valores Mobiliários responsável (Resolução CVM n.º 20/2021): Nícolas Merola - CNPI Nº: EM-2240

Conteúdo protegido contra cópia