Crypto Weekly #01 - Sobre Bitcoin, mineração e o futuro do dinheiro

2 min
Não gosto de moeda fiduciária, não gosto do nosso experimento financeiro atual. Acredito que temos que nos proteger com reservas de valor.

Olá.

Antes de mais nada, seja bem-vindo(a) à Crypto Weekly.

Meu nome é Ray Nasser e, a partir de hoje, temos um encontro marcado toda terça-feira no canal da Inversa no YouTube.

Caso não me conheça, sou economista, trader, minerador de Bitcoin e gestor de fundos financeiros.

Vou ser honesto, quando entrei para o mercado cripto, entrei para ganhar dinheiro (como imagino que seja o caso da maioria dos investidores).

Atualmente, esse é o meu propósito.

Não gosto de moeda fiduciária, não gosto do nosso experimento financeiro atual. Acredito que temos que nos proteger com reservas de valor.

O Bitcoin é a criptomoeda mais forte, o rei da floresta. E contra fatos não há argumentos. 

Mas não é a única. O mercado está bastante animado…

Na newsletter de hoje, trago duas informações importantes: 

1 - Na Alemanha, foi aprovada uma lei que faz com que 1.8 trilhão de dólares de fundos institucionais de seguradoras, fundos de pensão e outros tenham acesso ao mercado cripto.

2 – Este mês, os mineradores reduziram a oferta de BTC para as exchange, cerca de 150 Bitcoins por dia. Isso é uma grande baixa em relação a fevereiro do ano passado, por exemplo, quando a oferta era de 805 Bitcoins por dia. Isso não afeta preço, mas é um sinal de um sentimento bullish.

Imagine o que isso significa para o mercado cripto?

É o que comento no vídeo de hoje.

Um abraço e até a próxima semana,

​​​​​​Ray Nasser.

 

A Inversa é uma Casa de Análise regulada pela CVM e credenciada pela APIMEC. Produzimos e publicamos conteúdo direcionado à análise de valores mobiliários, finanças e economia.
 
Adotamos regras, diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Resolução nº 20/2021 e Políticas Internas implantadas para assegurar a qualidade do que entregamos.
 
Nossos analistas realizam suas atividades com independência, comprometidos com a busca por informações idôneas e fidedignas, e cada relatório reflete exclusivamente a opinião pessoal do signatário.
 
O conteúdo produzido pela Inversa não oferece garantia de resultado futuro ou isenção de risco.
 
O material que produzimos é protegido pela Lei de Direitos Autorais para uso exclusivo de seu destinatário. Vedada sua reprodução ou distribuição, no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa.
 
Analista de Valores Mobiliários responsável (Resolução CVM n.º 20/2021): Antonyo Giannini, CNPI EM-2476

Conteúdo protegido contra cópia