Crypto Weekly #09: Um rebelde com causa

5 min
Hoje vou falar sobre das mais controversa figuras do mundo cripto: John McAfee. Na última semana, John foi encontrado morto em sua cela de prisão. Saiba mais sobre ele...

Olá!

Seja bem-vindo(a) a mais uma edição da Crypto Weekly. 

Eu sou Ray Nasser e hoje vou falar sobre uma figura muito controversa, talvez a mais controversa de todas, mas sensacional do mundo cripto: John McAfee. 

Na última semana, John foi encontrado morto em sua cela de prisão na Espanha, onde aguardava extradição aos Estados Unidos.

Mas afinal, quem foi John McAfee? 

Vou contar um pouco sobre ele.

Uma das figuras mais originais do nosso mundo cripto, John foi candidato à presidência dos EUA em 2016 e 2020, libertário de coração e adepto do Bitcoin; um defensor ferrenho da criptomoeda e de liberdades individuais. 

Nasceu na Inglaterra em 1945 e teve uma história triste com seu pai, que tirou a própria vida quando ele tinha apenas 15 anos. 

Em 1986, foi pioneiro ao criar um antivírus para combater o que por muitos é considerado o primeiro vírus para computadores pessoais, conhecido como “Brain”.

O antivírus foi batizado de McAfee Virus Scan (alguns de vocês talvez se lembrem. Eu certamente lembro que, alguns anos depois, todos os antivírus eram McAfee). Também foi um dos pioneiros na distribuição de software pela internet.

Em 2008, perdeu muito dinheiro na bolsa de valores e, com esse dinheiro, foi-se toda a confiança que tinha em governos que são centralizados e têm os seus interesses. Depois desse período ele mudou-se para Belize, onde viveu durante quase o resto de sua vida.

Em Belize, ele vivia cercado por seguranças e uma gangue que ele mesmo criou, parou de responder a vários processos que ele tinha com o governo americano e, inclusive, minerou Bitcoin dentro da sua casa.

Ele descobriu Bitcoin em meados de 2010 ou 2011 e viu que era realmente uma ferramenta de liberdade individual, com seus bitcoins ninguém iria conseguir alcançá-lo. 

Mesmo assim, a Intel, empresa que manufatura chips de computador, comprou a empresa de McAfee por quase US$ 8 bilhões. Mesmo depois de ele perder toda sua fortuna. 

Depois de viver alguns anos em Belize, passou a viver escondido na Espanha, onde foi encontrado em um hotel fantasma, ou seja, um hotel que não atendia telefone nem fazia reservas pela internet. Foi encontrado pelos seus fãs da Internet, que sempre quiseram saber onde McAfee estava. 

Infelizmente, foi preso. E encontrado morto em sua cela de prisão na semana passada. 

Sua morte levantou suspeitas. Alguns dizem que foi suicídio, outros dizem que não. Ele tuitou da prisão, afirmando que a comida era boa, que tinha bons amigos lá e que se ele fosse morto, teria muita informação de muita gente poderosa, especialmente dos governos.

Pode ter sido uma grande brincadeira por parte de McAfee ou talvez ele realmente tenha tirado a própria vida.

De qualquer forma,  a comunidade cripto está de luto por um grande defensor do nosso jeito libertário de ser e um grande defensor do Bitcoin como uma ferramenta libertária!

Descanse em paz John McAfee!

Para quem tiver mais interesse em conhecer esse grande personagem do mundo das criptomoedas, recomendo um documentário muito bom chamado “Gringo, a perigosa vida de John MAfee”. 

Um abraço,

Ray.

A Inversa é uma Casa de Análise regulada pela CVM e credenciada pela APIMEC. Produzimos e publicamos conteúdo direcionado à análise de valores mobiliários, finanças e economia.
 
Adotamos regras, diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Resolução nº 20/2021 e Políticas Internas implantadas para assegurar a qualidade do que entregamos.
 
Nossos analistas realizam suas atividades com independência, comprometidos com a busca por informações idôneas e fidedignas, e cada relatório reflete exclusivamente a opinião pessoal do signatário.
 
O conteúdo produzido pela Inversa não oferece garantia de resultado futuro ou isenção de risco.
 
O material que produzimos é protegido pela Lei de Direitos Autorais para uso exclusivo de seu destinatário. Vedada sua reprodução ou distribuição, no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa.
 
Analista de Valores Mobiliários responsável (Resolução CVM n.º 20/2021): Nícolas Merola - CNPI Nº: EM-2240

Conteúdo protegido contra cópia