Bridge the Cash #19 - ūüďĘContratei um coach por R$ 9 mil

Leonardo Pontes Publicado em 19/02/2021
4 min
Como tudo na vida, as coisas só funcionam se você as coloca em prática. Por isso, comecei contratando um coach por R$ 9 mil. E eu fiz a conta aqui: é uma pechincha.

Conteúdo também disponível em vídeo e áudio. Clique abaixo para acessar a plataforma:

Youtube Spotify Apple Google Deezer

CONTRATEI UM COACH

No começo deste ano, decidi contratar um coach de carreira. Era uma antiga recomendação de um amigo, que observou que tenho alguns comportamentos que precisam ser alterados. Recomendou-me um nome e, dado o nível de senioridade que eu estava buscando, o preço ficou em R$ 9 mil por 6 sessões de uma hora ou uma hora e meia. 

Marx ficaria orgulhoso: isso é o que eu chamo de valorização do trabalho.

Antes que você me julgue, já adianto: as sessões não têm nada a ver com aquela história de ficar gritando na frente do espelho logo ao acordar, pensamentos positivos, ou algo do tipo. Até porque, acordo de mau humor e, em investimentos, passo a maior do tempo tentando descobrir o que pode dar errado. Ou protegendo o downside, se você preferir.

A verdade é que preciso melhorar em diversos aspectos, principalmente meu comportamento quando surge alguma crise. Nessas horas, acabo centralizando demais o processo, tentando resolver tudo sozinho. E, inevitavelmente, falho. 

Talvez esteja aí uma explicação para a minha fascinação por robôs e algoritmos. Freud explica, mas, dado o preço do coach, já estou sem orçamento para um psicólogo. Talvez ano que vem. 

A TEORIA NA PRÁTICA

Brincadeiras à parte, não é a primeira e nem será a última vez que busco ajuda para mudar uma prática comportamental. Há uns 10 anos, li o “What Got You Here Won’t Get You There: How Successful People Become Even More Successful”, de Marshall Goldsmith. O livro é realmente uma joia, com mais de 2.000 comentários positivos na Amazon.

A ideia do autor é mostrar 20 hábitos que levam as pessoas a algum ponto nas suas carreiras. Como, por exemplo, “vencer em excesso”, ou seja, a necessidade de ganhar a qualquer custo e em todas as situações, inclusive quando não importa. Ou “fazer comentários destrutivos”, o sarcasmo desnecessário que nos faz parecer inteligentes e espirituosos.

Nota pessoal: lembrar de falar com o coach que ainda preciso trabalhar os comentários destrutivos. 

Todo mundo consegue ler um livro para emagrecer enquanto saboreia uma deliciosa rosquinha açucarada com Coca-Cola esparramado no sofá, mas os quilos vão embora apenas quando você passa a comer direito e fazer exercícios. Ou seja, como tudo na vida, as coisas só funcionam se você as coloca em prática.

Conviver com quem já pratica os comportamentos que você quer ter é uma excelente ajuda: se somos a média das pessoas com quem convivemos e dos livros que lemos, a escolha de pessoas e livros talvez seja a decisão mais importante que o ser humano precisa tomar.

A vida que você leva é resultado dos padrões que você estabeleceu até aqui, com mais ou menos sorte.

DAQUI PRA FRENTE

Estava assistindo à websérie “A Nova Ordem das Ações”, com o Pedro Cerize. Está um verdadeiro espetáculo, cheia de bons conselhos. Tem muita informação ali e, para um ouvido atento, já dá para fazer dinheiro apenas com esse material. 

Aliás, uma das frases que mais chamou minha atenção foi quando ele mencionou que todo dia você tem a chance de fazer diferente, de fazer melhor.

Todos nós sempre podemos fazer escolhas diferentes a cada minuto. E, portanto, a capacidade de mudar está sempre ao nosso alcance. Não necessariamente é rápido ou fácil, mas é possível, a cada dia, a cada segundo.

O 1 + 100 não acontece sempre. Apenas quando grandes oportunidades estão perto de surgir. Por isso, quando soube que o Pedro Cerize estava mais uma vez oferecendo o 1 + 100, entendi que precisava compartilhar com você.

É a chance de conviver 100 dias com uma das melhores cabeças do mercado financeiro. Sem lugar comum. Sem “dicas de ações”. Após os 100 dias, você vai entender como tomar as melhores decisões de investimento para você.

Vai poder praticar o que ouve muito na teoria, consolidando o aprendizado. Vai entender o que funciona para você e o que não funciona, estabelecendo novos padrões para a sua vida.

E eu fiz a conta aqui: no preço que está sendo oferecido, é uma pechincha.

Pensando bem, talvez eu deixe o coach comportamental para o ano que vem. Tem um trade melhor sendo oferecido no mercado: short coach, long Cerize.

Um abraço, 

Leonardo Pontes 

A Inversa é uma Casa de Análise regularmente constituída e credenciada perante CVM e APIMEC.

Todos os nossos profissionais cumprem as regras, diretrizes e procedimentos internos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Instrução 598, e pelas Políticas Internas estabelecidas pelos Departamentos Jurídico e de Compliance da Inversa.

A responsabilidade pelas publicações que contenham análises de valores mobiliários é atribuída a Felipe Paletta, profissional certificado e credenciado perante a APIMEC.

Nossas funções são desempenhadas com absoluta independência, não sendo dotadas de quaisquer conflitos de interesse, e sempre comprometidas na busca por informações idôneas e fidedignas visando fomentar o debate e a educação financeira de nossos destinatários.

O conteúdo da Inversa não representa quaisquer ofertas de negociação de valores mobiliários e/ou outros instrumentos financeiros. Os destinatários devem, portanto, desenvolver as suas próprias avaliações.

Todo o material está protegido pela Lei de Direitos Autorais e é de uso exclusivo de seu destinatário, sendo vedada a sua reprodução ou distribuição, seja no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa, sob pena de sanções nas esferas cível e criminal.  

Conte√ļdo protegido contra c√≥pia